sicnot

Perfil

Mundo

Rajoy diz que socialistas em Espanha podem fazer o mesmo que o PS português

O presidente do Governo espanhol e do Partido Popular, Mariano Rajoy, disse hoje esperar que a situação política que se vive em Portugal não se repita em Espanha, com o "Partido Socialista a aliar-se com quem quer que seja para que não governem os mais votados".

Reuters/Arquivo

Reuters/Arquivo

© Juan Medina / Reuters

"Espero que isso [acordos pós-eleitorais entre o PS e as restantes forças de esquerda] não se passe em Espanha e que a lista mais votada possa governar já que, em democracia, foi o que sempre vivemos em Espanha", disse Mariano Rajoy sobre a situação política portuguesa, à chegada ao Congresso do Partido Popular Europeu, que decorre até quinta-feira em Madrid.

Rajoy referia-se à possibilidade de a lista mais votada em Portugal, a coligação PSD-PP, poder não conseguir governar devido a uma coligação de esquerda pós-eleitoral constituída pelo PS, pelo Bloco de Esquerda e pelo Partido Comunista Português. Puxando o assunto para Espanha, o presidente do Governo e do PP espanhol disse estar convencido de que o PSOE de Pedro Sanchéz pretende fazer o mesmo.

O líder do PP espanhol recordou, por isso mesmo, os acordos dos socialistas espanhóis que se seguiram às eleições municipais (e autonómicas em 13 comunidades autónomas) de 24 de maio. Nessas eleições, o PP conseguiu ser o partido mais votado globalmente, e em várias autonomias e cidades-chave (como Madrid), mas acordos à esquerda viabilizados pelo PSOE afastaram os populares da governação regional em várias regiões.

Rajoy também puxou a cartada da recuperação económica de Espanha, afirmando que este ano o desemprego espanhol vai decrescer em 650 mil pessoas, ou seja a maior descida da história espanhola.

Lusa

  • Novas buscas no Universo Espírito Santo

    Queda do BES

    O Ministério Público voltou a fazer buscas no âmbito dos processos do Universo Espírito Santo. A SIC sabe que ontem e hoje os investigadores recolheram provas em diversos locais do continente e também na Madeira, nomeadamente em residências, empresas e entidades bancárias.

    Notícia SIC

  • Visitar a região afetada pelo fogos é uma forma de ajudar na recuperação
    3:07
  • Carvalhal do Sapo tenta recuperar a vida normal após incêndio
    2:33

    País

    As populações das aldeias de Góis tentam voltar à normalidade, ao fim de vários dias rodeadas por um grande dispositivo de operacionais. A repórter Cristina Freitas esteve hoje em Carvalhal do Sapo, onde se realizou mais um funeral de uma das vítimas do incêndio de Pedrógão Grande.

  • Falta de médicos e de ofertas de emprego preocupa habitantes da Guarda
    5:13
  • "Do ponto de vista interno a candidatura do Porto é a melhor" 
    0:50

    País

    António Costa admite que a candidatura da cidade do Porto para receber a Agência Europeia do Medicamento seria a melhor para Portugal. No entanto o primeiro-ministro diz que é preciso avaliar se a candidatura do Porto é a que tem mais hipóteses de ganhar, quando comparada com outras cidades europeias. 

  • Depois da "provocação", o acidente em cadeia
    0:43