sicnot

Perfil

Mundo

Sismo de 5,5 em Fukushima sem causar danos na central nuclear

Um sismo de magnitude 5,5 atingiu hoje a região japonesa de Fukushima, onde fica a central nuclear de com o mesmo nome, que não sofreu danos. O sismo registou-se pelas 15:08 (07:08 e Lisboa), com o hipocentro a 30 quilómetros de profundidade, junto à costa de Fukushima, sem que tenha sido emitido alerta de tsunami, informou a Agência Meteorológica do Japão (JMA).

Reuters/ Arquivo

A empresa proprietária da central nuclear, a Tokyo Electric Power (TEPCO), não detetou até ao momento nenhuma anomalia nesta central, nem na vizinha Fukushima Daiini, disse à Efe um porta-voz da companhia.

O sismo sentiu-se em 17 das 47 prefeituras do Japão, segundo a JMA.

Fukushima foi uma das regiões mais afetadas pelo forte sismo de 9 graus na escala de Ritcher e tsunami de 11 de março de 2011, que devastou a costa nordeste e causou mais de 18.000 mortos e desaparecidos.

O sismo e tsunami causaram o pior acidente nuclear desde Chernobil em 1986.

Lusa

  • As alterações na carta de condução que ajudam a poupar
    6:16
  • George H. Bush nos cuidados intensivos e mulher também hospitalizada

    Mundo

    O antigo Presidente dos Estados Unidos da América e a sua mulher estão hospitalizados em Houston, no Texas. George H. W. Bush foi admitido no sábado, devido a um problema respiratório derivado de pneumonia, enquanto Barbara Bush entrou esta quarta-feira no hospital, por sintomas de fadiga e tosse.

  • Nevão provocou corte de energia no centro dos EUA
    1:37

    Mundo

    Uma tempestade de neve no centro dos Estados Unidos da América provocou cortes no abastecimento de eletricidade, atrasos em voos e dificuldades na circulação rodoviária. Em Espanha, a descida das temperaturas levou à emissão de avisos em 30 províncias de norte a sul do país e deixou 27.700 alunos sem aulas em Valência.

  • Cadela sobrevive após engolir faca de cozinha

    Mundo

    Na Escócia, uma história de sobrevivência, no mínimo, bicuda. Uma cadela engoliu uma faca de cozinha com mais de 20 centímetros, manteve-a dentro de si durante algumas semanas mas sobreviveu, depois de ser operada de urgência..