sicnot

Perfil

Mundo

Sismo de 5,5 em Fukushima sem causar danos na central nuclear

Um sismo de magnitude 5,5 atingiu hoje a região japonesa de Fukushima, onde fica a central nuclear de com o mesmo nome, que não sofreu danos. O sismo registou-se pelas 15:08 (07:08 e Lisboa), com o hipocentro a 30 quilómetros de profundidade, junto à costa de Fukushima, sem que tenha sido emitido alerta de tsunami, informou a Agência Meteorológica do Japão (JMA).

Reuters/ Arquivo

A empresa proprietária da central nuclear, a Tokyo Electric Power (TEPCO), não detetou até ao momento nenhuma anomalia nesta central, nem na vizinha Fukushima Daiini, disse à Efe um porta-voz da companhia.

O sismo sentiu-se em 17 das 47 prefeituras do Japão, segundo a JMA.

Fukushima foi uma das regiões mais afetadas pelo forte sismo de 9 graus na escala de Ritcher e tsunami de 11 de março de 2011, que devastou a costa nordeste e causou mais de 18.000 mortos e desaparecidos.

O sismo e tsunami causaram o pior acidente nuclear desde Chernobil em 1986.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.