sicnot

Perfil

Mundo

Sismo de 5,5 em Fukushima sem causar danos na central nuclear

Um sismo de magnitude 5,5 atingiu hoje a região japonesa de Fukushima, onde fica a central nuclear de com o mesmo nome, que não sofreu danos. O sismo registou-se pelas 15:08 (07:08 e Lisboa), com o hipocentro a 30 quilómetros de profundidade, junto à costa de Fukushima, sem que tenha sido emitido alerta de tsunami, informou a Agência Meteorológica do Japão (JMA).

Reuters/ Arquivo

A empresa proprietária da central nuclear, a Tokyo Electric Power (TEPCO), não detetou até ao momento nenhuma anomalia nesta central, nem na vizinha Fukushima Daiini, disse à Efe um porta-voz da companhia.

O sismo sentiu-se em 17 das 47 prefeituras do Japão, segundo a JMA.

Fukushima foi uma das regiões mais afetadas pelo forte sismo de 9 graus na escala de Ritcher e tsunami de 11 de março de 2011, que devastou a costa nordeste e causou mais de 18.000 mortos e desaparecidos.

O sismo e tsunami causaram o pior acidente nuclear desde Chernobil em 1986.

Lusa

  • Jovem que morreu numa estância de esqui em Espanha sofreu um aneurisma
    1:26
  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.

  • Três letras de Zeca Afonso

    Cultura

    No dia em que se assinalam 30 anos da morte de Zeca Afonso, Raquel Marinho, jornalista da SIC e divulgadora de poesia portuguesa contemporânea, escolhe três letras do cantor e autor para dizer, em forma de homenagem.

    Raquel Marinho

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira