sicnot

Perfil

Mundo

Presidente do Zimbabué, Robert Mugabe, galardoado com Prémio Confúcio da Paz

O criador do Prémio Confúcio da Paz, aspirante a Nobel chinês, defendeu hoje a atribuição do galardão deste ano ao presidente do Zimbabué, Robert Mugabe, frequentemente acusado de violação de direitos humanos.

Robert Mugabe nas Nações Unidas em Setembro de 2015.

Robert Mugabe nas Nações Unidas em Setembro de 2015.

© Eduardo Munoz / Reuters

Qiao Damo, fundador do Centro Internacional da China de Estudos da Paz, que atribui o prémio, disse à agência France Presse que Mugabe tinha sido reconhecido pelas suas "importantes contribuições" para a paz mundial.

Mugabe, de 91 anos e na liderança do Zimbabué desde 1980, ultrapassou nove outros finalistas, incluindo o fundador da Microsoft Bill Gates, o secretário-geral da ONU Ban Ki-moon e a presidente sul-coreana Park Geun-Hye, adiantou.

"Se ele não tivesse chegado ao poder em 1980, se não tivesse desempenhado um papel, quanto talento teria sido desperdiçado", disse Qiao.

Criado em 2010 como uma resposta chinesa ao Nobel da Paz atribuído ao dissidente chinês Liu Xiaobo, o Prémio Confúcio da Paz já recompensou o presidente russo Vladimir Putin e o ex-presidente cubano Fidel Castro, bem como figuras mais consensuais como Kofi Annan, antigo secretário-geral das Nações Unidas.

Num comunicado anunciando o prémio em setembro, o comité elogiava Mugabe pelo seu envolvimento "na construção da ordem política e económica do país em benefício do povo do Zimbabué" e pelo "forte apoio ao pan-africanismo e independência africana".

Qiao destacou a "capacidade (de Mugabe) para estabilizar o Zimbabué e ao mesmo tempo promover a paz em África" como presidente da União Africana.

Grupos de defesa dos direitos humanos e políticos da oposição acusam Mugabe de supervisionar a destruição da economia e a brutal repressão no Zimbabué.

Gordon Moyo, secretário-geral do Partido Democrático do Povo (oposição), considerou o prémio uma "insanidade", no 'site' de notícias Bulawayo24.

Os organizadores do prémio, adiantou, "deviam enforcar-se de vergonha por recompensarem assassinos que se disfarçam de promotores da paz".

A cerimónia de entrega do prémio, no valor de 500.000 yuan (71.000 euros), está marcada para dezembro.

Lusa

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Mais cinco ilhas dos Açores sob aviso vermelho

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou esta quarta-feira para vermelho o aviso para as cinco ilhas do grupo central dos Açores, onde no Faial o vento atingiu os 150 quilómetros por hora.

  • Votações sobre o mapa judiciário geram tensão no Parlamento
    2:01

    País

    O momento das votações no Parlamento ficou marcado por alguma tensão. Depois de aprovadas, em comissão, as alterações ao mapa judiciário, o PSD opôs-se a que o diploma fosse votado em plenário, uma vez que não fazia parte da versão inicial do guião de votações. A esquerda acusou os sociais-democratas de terem motivações estritamente políticas e não regimentais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.