sicnot

Perfil

Mundo

Presidentes dos EUA e Paquistão apelam aos talibãs que negociem com Cabul

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e o primeiro-ministro paquistanês, Nawaz Sharif, pediram hoje aos talibãs afegãos que retomem as negociações de paz com o Governo de Cabul.

© Kevin Lamarque / Reuters

A espinhosa situação do Afeganistão, vizinho do Paquistão, ocupou grande parte das discussões entre Obama e Sharif, que foi recebido na Casa Branca no âmbito de uma visita de quatro dias aos Estados Unidos.

Os dois dirigentes "apelaram aos chefes talibãs para estabelecerem uma discussão com Cabul e a trabalharem num acordo de paz duradouro", segundo um comunicado comum divulgado após a reunião dos dois responsáveis, que acontece dias depois da decisão de Washington de atrasar a retirada das suas tropas do Afeganistão.

Os dois líderes renovaram a "resolução comum de promover a paz e a estabilidade na região e combater toda forma de extremismo e de terrorismo".

Igualmente reafirmaram o "engajamento em avançar o processo de paz e reconciliação no Afeganistão entre o Governo e os talibãs afegãos".

O Presidente Obama saudou o facto de o Paquistão ter acolhido uma primeira sessão de conversações entre Cabul e os insurgentes em julho deste ano, mesmo que não se tenha chegado a um acordo.

"Nós trabalharemos sobre um grande número de tópicos, não somente as questões de segurança, mas também sobre os assuntos económicos, científicos e ligados à educação", declarou ainda Obama antes da reunião.

Lusa

  • EUA exigem fim da violência entre israelitas e palestinianos
    1:19

    Mundo

    Um israelita foi esfaqueado mas está livre de perigo e dois palestinianos foram atingidos pela polícia. Um morreu, outro está ferido. Três semanas depois do início dos confrontos que já fizeram 60 mortos, o secretário de Estado norte-americano, John Kerry exige o fim da violência entre israelitas e palestinianos.

  • EUA vão prolongar presença militar no Afeganistão até 2017
    0:54

    Mundo

    Os Estados Unidos vão prolongar a presença militar no Afeganistão até 2017. O anúncio foi feito esta quinta-feira pelo Presidente Barack Obama, que justifica a decisão com o facto das tropas afegãs ainda não estarem preparadas para defender o país dos grupos terroristas.

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19

    Mundo

    O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos recebeu ao início da tarde na Noruega o prémio pelo trabalho que desenvolveu junto das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, FARC. As cerimónias são este sábado e marcadas pela ausência do Nobel da Literatura, Bob Dylan.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.