sicnot

Perfil

Mundo

Professor morto em ataque com espada numa escola sueca

galeria de fotos

Um ataque com uma espada numa escola na Suécia provocou cinco feridos e um morto, segundo as autoridades de saúde a vítima mortal é um professor. Sabe-se também que a polícia baleou o suspeito, que foi depois transportado para o hospital, e que dois alunos foram feridos com gravidade. O homem entrou no estabelecimento escolar com uma espada e o rosto tapado. As autoridades estão a investigar as motivações do ataque que aconteceu numa escola em Trollhattan, cidade com cerca de 50 mil habitantes, a norte de Gotemburgo.

© Scanpix Sweden / Reuters

© Scanpix Sweden / Reuters

© Scanpix Sweden / Reuters

© Scanpix Sweden / Reuters

© Scanpix Sweden / Reuters

© Scanpix Sweden / Reuters

© Scanpix Sweden / Reuters

© Scanpix Sweden / Reuters

O balanço foi atualizado pelas autoridades de saúde, informações anteriores davam conta de cinco feridos, mas apenas três estão agora confirmados. Os feridos, dois alunos de 11 e 15 anos e outro professor, foram transportados para o hospital provincial de Norra Älvsborg, tal como o atacante, ferido a tiro pelos agentes policiais que responderam à situação na escola.

Niklas Claesson, diretor de comunicação do hospital de Trollhattan, informou que os alunos vítimas do ataque são "jovens, mas não são crianças".

"Alguns estão gravemente feridos e tiveram de ser submetidos a intervenção cirúrgica", disse Claesson.

No momento do ataque, o agressor envergava roupas negras e uma máscara. O indivíduo, com cerca de 20 anos, teria mais do que uma arma branca, informou a polícia sueca numa conferência de imprensa.

​A Escola Kronan, alvo do ataque, tem 400 alunos do pré-escolar ao secundário. De acordo com as autoridades, o incidente aconteceu na zona da cafetaria.

"Este é um dos incidentes mais graves da história da Suécia", disse Thomas Fuxborg, porta-voz da polícia, segundo a agência noticiosa espanhola EFE.

O primeiro-ministro sueco, Stefan Löfven, anunciou que suspende a ida ao parlamento prevista para hoje para se deslocar a Trollhättan. Berço do construtor automóvel Saab, a cidade industrial com 57.000 habitantes, situa-se a uma hora de estrada de Göteborg.

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Segunda-feira no Jornal da Noite