sicnot

Perfil

Mundo

42 mortos numa colisão entre autocarro e camião no sul de França

Pelo menos 42 pessoas morreram, esta manhã, num choque frontal entre autocarro e um camião, perto de Bordéus, no sul de França. Há oito sobreviventes, cinco estão em estado grave. Após o embate, os dois veículos incendiaram-se.

CAROLINE BLUMBERG

CAROLINE BLUMBERG

CAROLINE BLUMBERG

CAROLINE BLUMBERG

Pelo menos 42 pessoas, na maioria idosas, morreram hoje numa choque frontal entre um autocarro e um camião numa estrada secundária perto de Libourne, sudeste de França, anunciou o município de Bordéus.

Quarenta e um dos mortos são passageiros do autocarro, sendo a 42.ª vítima o condutor do camião, disse a mesma fonte.

Os dois veículos chocaram frontalmente, incendiando-se logo de seguida.

As vítimas são todas de nacionalidade francesa, de acordo com o porta-voz do ministério do Interior.

Trata-se do pior acidente de viação ocorrido em França nos últimos 30 anos.

Algumas pessoas conseguiram sair do autocarro em chamas, mas ainda não é conhecida a gravidade dos seus ferimentos.

O autocarro que transportava 49 pessoas, a maioria idosas, tinha partido ao início do dia numa excursão de uma vila próxima do local do acidente.

Segundo um habitante ouvido pelo canal televisivo I-tele, o acidente aconteceu numa curva conhecida por ser perigosa.

"O governo francês foi totalmente mobilizado após esta terrível tragédia", disse o Presidente François Hollande, a partir de Atenas, onde se encontra numa visita oficial.

Com Lusa

EM ATUALIZAÇÃO

  • Hollande consternado com acidente que causou 42 mortos no sul de França
    0:21

    Mundo

    Um acidente rodoviário em França fez pelo menos 42 mortos, esta manhã. Um autocarro colidiu com um camião perto da cidade de Libourne, na região de Bordéus, no sul de França. Os dois veículos chocaram de frente e incendiaram-se de imediato. No autocarro seguiam idosos que participavam num passeio. As autoridades dizem que há oito sobreviventes, quatro são feridos graves. O Ministério do Interior diz que as vítimas serão todas francesas. O Presidente François Hollande, que se encontra na Grécia, mostrou-se muito consternado e garantiu todo o apoio do governo às vítimas e familiares.

  • "Fiz coisas de que me envergonho"
    2:31

    Grande Reportagem SIC

    Carlos Queiroz, ex-selecionador de Portugal, dá-nos uma entrevista forte e transparente. Entrevistámo-lo no Dubai, um lugar que a investigação da SIC coloca no centro do mapa do escândalo do GES/BES. Aqui antecipamos a Grande Reportagem da próxima semana.

    Exclusivo online