sicnot

Perfil

Mundo

As maiores tempestades da história recente

As maiores tempestades da história recente

"Potencialmente catastrófico": é assim que o furacão Patrícia está a ser descrito pelos meteorologistas. Com ventos que podem chegar aos 400 quilómetros por hora, o furacão poderá ser tão ou mais devastador do que as maiores tempestades da história recente.

Em 2013, o super-tufão Haiyan fez mais de seis mil mortos nas Filipinas. Dois anos depois há ainda pessoas desaparecidas. A ONU estima que a tempestade - a mais forte de sempre, com ventos de 314 quilómetros por hora - tenha atingido cerca de 11 milhões de pessoas nas Filipinas, mas também na China e no Vietname.

Em agosto de 2005, os Estados Unidos sofreram os efeitos do Katrina. Foi um dos cinco mais mortíferos da história da América. Durou oito dias e fez mais de 1.800 mortos. Os ventos chegaram aos 280 quilómetros /hora e atingiram, além do sudeste dos Estados Unidos, as Bahamas e Cuba.

Há 36 anos, o Tufão Tip, ficou na história como o maior ciclone tropical de que há registo. Tinha um diâmetro de mais de 2.200 quilómetros, quase metade do tamanho dos Estados Unidos. Em 1979, atingiu o Japão com ventos de 305 quilómetros por hora e fez cerca de 100 mortos.