sicnot

Perfil

Mundo

Milhares de pessoas retiradas de zonas costeiras do México devido a furacão

Milhares de habitantes e turistas das zonas litorais dos estados mexicanos de Jalisco, Colima e Nayarit estão a ser retiradas devido a iminente chegada do furacão Patrícia, que também levou ao aumento da compra de produtos básicos.

NOAA

O coordenador nacional da Proteção Civil, Luis Filipe Puente, explicou hoje que desde quinta-feira que se iniciou a retirada de 50 mil pessoas daquelas zonas costeiras com o oceano Pacífico.

A tempestade, que às 10:00 hora local (16:00 em Lisboa) estava localizada a 200 quilómetros de Manzanillo, Colima, e a 310 quilómetros de Cabo Corrientes, Jalisco, deve chegar a terra com ventos na ordem dos 325 quilómetros/hora e provocar fortes chuvas.

As autoridades destacaram 4.000 fuzileiros para os três estados, 5.900 membros do Exército e cerca de 500 polícias federais, disse, em conferência de imprensa, o diretor-geral para a gestão de crises da Coordenação Nacional de Proteção Civil, José María Tapia.

Segundo o centro nacional de risco, cerca de 400 mil pessoas naqueles três estados podem estar em vulnerabilidade devido ao Patricia, considerado já o furacão mais intenso desde que começaram os registos em 1949.

O responsável pela pasta das Comunicações e Transportes, Gerardo Ruiz Esparza, que dirige a ação em Jalisco, disse, em conferência de imprensa, que cerca das 16:00 (22:00 em Lisboa) são esperadas ondas entre os seis e os 10 metros e ventos com mais de 300 quilómetros/hora.

As escolas e os aeroportos também foram encerrados por razões de segurança.

Lusa

  • Vídeo mostra passagem da carrinha a alta velocidade nas Ramblas
    0:33

    Ataque em Barcelona

    O jornal espanhol El Pais divulgou hoje  as primeiras imagens da carrinha que matou 13 pessoas e feriu mais de 100 em Barcelona. O vídeo foi registado por  uma câmara de videovigilância de um museu nas Ramblas. Mostra pessoas a desviarem antes da passagem rápida da carrinha branca. Esta terá sido a parte final do percurso feito pelo veículo.

  • Castelo Branco aposta na cultura para preservar raízes e fomentar turismo
    5:26

    SIC 25 Anos

    Com perto de 200 mil habitantes, o distrito de Castelo Branco luta para criar projetos diferenciadores para atrair e ancorar a população. O desemprego tem vindo a baixar, numa região fortemente envelhecida. A capital do distrito aposta na cultura para preservar as raízes e fomentar o turismo, e a Universidade da Beira Interior tem cada vez mais alunos estrangeiros.