sicnot

Perfil

Mundo

Milhares de pessoas retiradas de zonas costeiras do México devido a furacão

Milhares de habitantes e turistas das zonas litorais dos estados mexicanos de Jalisco, Colima e Nayarit estão a ser retiradas devido a iminente chegada do furacão Patrícia, que também levou ao aumento da compra de produtos básicos.

NOAA

O coordenador nacional da Proteção Civil, Luis Filipe Puente, explicou hoje que desde quinta-feira que se iniciou a retirada de 50 mil pessoas daquelas zonas costeiras com o oceano Pacífico.

A tempestade, que às 10:00 hora local (16:00 em Lisboa) estava localizada a 200 quilómetros de Manzanillo, Colima, e a 310 quilómetros de Cabo Corrientes, Jalisco, deve chegar a terra com ventos na ordem dos 325 quilómetros/hora e provocar fortes chuvas.

As autoridades destacaram 4.000 fuzileiros para os três estados, 5.900 membros do Exército e cerca de 500 polícias federais, disse, em conferência de imprensa, o diretor-geral para a gestão de crises da Coordenação Nacional de Proteção Civil, José María Tapia.

Segundo o centro nacional de risco, cerca de 400 mil pessoas naqueles três estados podem estar em vulnerabilidade devido ao Patricia, considerado já o furacão mais intenso desde que começaram os registos em 1949.

O responsável pela pasta das Comunicações e Transportes, Gerardo Ruiz Esparza, que dirige a ação em Jalisco, disse, em conferência de imprensa, que cerca das 16:00 (22:00 em Lisboa) são esperadas ondas entre os seis e os 10 metros e ventos com mais de 300 quilómetros/hora.

As escolas e os aeroportos também foram encerrados por razões de segurança.

Lusa

  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC