sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos cinco mortos e 30 feridos em ataque a manifestantes na Líbia

Pelo menos cinco pessoas foram mortas e 30 ficaram feridas hoje em Benghazi, no leste da Líbia, por tiros de obuses que visavam uma manifestação contra um projeto de governo de união nacional proposto pela ONU, segundo fonte médicas.

© Esam Al-Fetori / Reuters

Desconhece-se a identidade dos autores do ataque.

"Os obuses atingiram os manifestantes que estavam a protestar contra um projeto de acordo da ONU, no centro de Benghazi, matando cinco pessoas e ferindo outras trinta", declarou à AFP uma fonte médica.

"O número poderá ser muito maior, pois as equipas de socorro estão ainda no local", acrescentou a fonte.

A central médica de Benghazi indicou na sua página oficial da rede social Facebook que registou dois cadáveres e 20 feridos.

Um outro hospital de Al Jalaa, referiu no Facebook ter recebido três mortos e tratado 10 feridos.

A Líbia está mergulhada no caos desde a queda do Presidente Muammar Kadhafi em 2011 e duas autoridades políticas, uma em Trípoli e outra no leste do país, esta reconhecida pela comunidade internacional.

Lusa

  • Primo de Sócrates já foi notificado
    1:48
  • Santana Lopes espera mais diálogo com António Costa
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes espera que o primeiro-ministro dialogue mais com o novo líder do PSD do que o que tem dialogado com Passos Coelho. O candidato à liderança dos social-democratas criticou ainda Rui Rio por ainda não se ter mostrado disponível para um debate.

  • Rui Rio defende o diálogo com todos os partidos
    0:37

    País

    Rui Rio defende o diálogo com todos os partidos com assento parlamentar e não apenas com o Governo. As declarações do candidato à liderança do PSD surgiram em resposta a António Costa que, em entrevista, disse que acredita que a relação com os social-democratas vai melhorar com a nova liderança.

  • Morreu o jornalista Pedro Rolo Duarte

    País

    Morreu Pedro Rolo Duarte. O jornalista tinha 53 anos e não resistiu a um cancro. Pedro Rolo Duarte estava internado nos cuidados paliativos do Hospital da Luz, em Lisboa. Trabalhou em imprensa, na rádio e na televisão.