sicnot

Perfil

Mundo

Consumo de charcutaria é cancerígeno, carne vermelha "provavelmente" também

Os alimentos de charcutaria são cancerígeno e a carne vermelha "provavelmente" também o é, alerta a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Alheiras portuguesas

Alheiras portuguesas

Preparados de carne de porco, salgados e fumados, como presunto e enchidos, são responsáveis pelo cancro do intestino. A carne vermelha "provavelmente" também provoca esta doença. A conclusão é do Centro Internacional de Investigação sobre o Cancro, agência da OMS.

"Estes resultados confirmam as recomendações de saúde pública já feitas para limitar o consumo de carne", disse o diretor desta agência,Christopher Wild, citado pela AFP. A carne de porco está incluída no grupo das carnes vermelhas tal como a vaca, a vitela, o cordeiro, o cavalo e a cabra.

Os alimentos de charcutaria - e outras carnes processadas - estão agora incluídos no grupo dos agentes que causam cancro, como o tabaco ou o amianto.

Segundo as últimas estimativas do Projeto Fardo Mundial da Doença, 34 mil mortes por cancro por ano no mundo são atribuídas a uma alimentação rica em produtos de charcutaria, um milhão de mortes ao tabaco e 600 mil devido ao álcool.

A agência da OMS para o cancro consultou mais de 800 estudos para determinar que as carnes preparadas se incluem no Grupo 1 - "Agentes cancerígenos para o homem". A carne vermelha está no Grupo 2A - "Agentes provavelmente cancerígenos para o homem".

  • PS acusa PSD e CDS de falta de agenda política
    1:01

    Caso CGD

    O PS considera o anúncio desta nova comissão parlamentar de inquérito à Caixa Geral de Depósitos um ataque doentio de PSD e CDS ao ministro das Finanças, que visa apenas desviar as atenções dos bons resultados da economia portuguesa. O deputado socialista João Paulo Correia diz que falta agenda política aos partidos de direita.

  • "Fiz coisas de que me envergonho"
    2:31
  • Mulheres heterossexuais têm menos orgasmos que as lésbicas

    Mundo

    As mulheres heterossexuais têm menos orgasmos que as lésbicas ou bissexuais, ou mesmo que todos os homens hetero, homo ou bissexuais. O estudo que dá conta desta realidade revela também o que fazer para aumentar as hipóteses de uma mulher alcançar um orgasmo.