sicnot

Perfil

Mundo

Existe preto mais preto que o preto

Os cientistas criaram o material mais preto de sempre, tão escuro que absorve quase toda a luz que sobre ele incide. Este material super-preto poderá ser útil para o desenvolvimento de painéis solares mais eficientes ou alterar completamente a forma como são fabricados.

O novo material absorve 99% da luz em todos os ângulos, mais 26% que os nanotubos de carbono, o material mais escuro que se conhece.

O ideal para a absorção de energia seria um material negro que "absorvesse radiação em todos os ângulos e polarizações", escrevem os investigadores no estudo publicado na revista Nature Nanotechnology. Um objetivo praticamente impossível, mas que os cientistas não colocam de lado.

Segundo relata o jornal inglês The Independent, as pessoas que já olharam para este material "preto mais preto que o preto" dizem que é estranho por que é tão escuro que o olho humano não consegue compreender plenamente, vêm um interminável abismo.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.