sicnot

Perfil

Mundo

Homem atira carro contra caserna no sul da Bélgica sem causar vítimas

Um homem dirigiu hoje o carro contra uma caserna no sul da Bélgica, antes de fugir a pé após terem sido disparados tiros, anunciou a procuradoria de Namur, sem dar informações sobre a motivação do ataque.

Arquivo Reuters

O carro foi atirado contra "o pórtico de entrada da caserna" militar de Flawinne, perto de Namur. Houve uma resposta e tiros. "O atacante partiu a pé", precisa o substituto do procurador-geral de Namur, sublinhando que "a priori não há feridos".

"O suspeito está identificado e está a ser ativamente procurado", adiantou à agência France Presse. O veículo continua junto à caserna.

O Ministério da Defesa, através do seu porta-voz Tony Langone, citado pela agência noticiosa belga, indicou que os militares intervieram para proteger a caserna de Flawinne hoje de manhã quando um carro forçou a entrada.

O batalhão de comandos situado em Flawinne tem cerca de 650 militares. A unidade de infantaria integra a brigada ligeira e tem por missão assegurar a defesa do território nacional.

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.