sicnot

Perfil

Mundo

Indonésia destaca navios de guerra para ajudar afetados por nuvem tóxica

A Indonésia destacou três navios de guerra -- e tem outros em prontidão -- para entregar máscaras, tendas e auxílio médico a milhares de pessoas afetadas pela névoa acre dos incêndios florestais, informou hoje fonte oficial.

Reuters

Há quase dois meses que milhares de incêndios, fruto de queimadas, têm provocado também nos países vizinhos uma densa nuvem de fumo, levando ao encerramento de escolas e ao cancelamento de voos.

Três navios de guerra chegaram a Kalimantan -- a metade indonésia do Bornéu e uma das regiões mais afetadas -- transportando pessoal médico, tendas e máscaras de proteção.

O porta-voz militar da Indonésia Tatang Sulaiman explicou à agência AFP que o plano passa por construir abrigos temporários com purificadores de ar, sendo que os barcos também podem servir como centros de evacuação caso seja necessário.

Outros três navios estão abastecidos e prontos para zarpar ou para Kalimantan ou para Samatra Sul, enquanto outros cinco podem ser chamados posteriormente caso seja preciso, indicou.

O governo destacou cerca de 30 aeronaves para travar os incêndios, que figuram entre os piores da década, combatidos por 22 mil soldados no terreno.

As chamas resultam, pelo menos em parte, de queimadas ilegais feitas para 'limpar' vastas áreas de terreno para a produção de óleo de palma, celulose e papel.

Segundo as autoridades da Indonésia, os incêndios causaram dez mortos.

A agência de desastres estima que pelo menos meio milhão de pessoas tenha sofrido de doenças respiratórias desde que os incêndios começaram em julho.

Organizações ecologistas advertiram, na semana passada, que os incêndios que lavram em vastas áreas da Indonésia emitem diariamente mais gases com efeito de estufa para a atmosfera do que a economia norte-americana.

Recorrendo a dados da Global Fire Emissions Database, o World Resources Institute (WRI) indicou, num relatório recentemente publicado, que desde setembro que as emissões de carbono provenientes dos incêndios tinham excedido a média diária dos Estados Unidos em 26 dos 44 dias.

Os Estados Unidos são o segundo maior emissor de gases com efeito de estufa do mundo, a seguir à China.

  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.