sicnot

Perfil

Mundo

Sobe para 238 número de mortos em sismo que atingiu Afeganistão e Paquistão

O número de mortos devido ao forte sismo que hoje abalou o Afeganistão e o Paquistão subiu para pelo menos 238, segundo um novo balanço das autoridades locais.

© Hazrat Bacha / Reuters

O anterior balanço dava conta de pelo menos 160 mortos e mais de mil feridos nos dois países.

No Paquistão, as autoridades locais atualizaram o número de vítimas, indicando que pelo menos 154 pessoas terão morrido e mais de mil terão ficado feridas na sequência do forte sismo de magnitude 7,5 na escala aberta de Richter.

Do lado do Afeganistão, o mais recente balanço indicou a existência de pelo menos 84 mortos.

As autoridades afegãs admitem, no entanto, que este número deverá aumentar quando conseguirem recuperar a comunicação com as zonas mais isoladas daquele país.

"Algumas redes de comunicações móveis estão danificadas e estamos a tentar descobrir como podemos contactar com as províncias com as quais não conseguimos estabelecer, até agora, contacto", afirmou o chefe do governo afegão, Abdullah Abdullah, durante uma reunião de emergência do executivo.

Segundo o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS), o epicentro do sismo situou-se em Jurm, nas montanhas da província de Badakhshan, no extremo nordeste do Afeganistão, a uma profundidade de 213,5 quilómetros.

O abalo durou pelo menos um minuto e foi sentida pelo menos uma réplica pouco depois de magnitude 4,8, segundo o USGS.

O forte sismo foi sentido no Afeganistão, Paquistão e Índia.

Lusa

  • Mais de 160 mortos após sismo na Ásia
    2:03

    Mundo

    O número de mortos do violento sismo de 7,5 que sacudiu hoje o sul da Ásia não para de aumentar. As autoridades adiantam mais de 160 mortos no Paquistão e no Afeganistão. O abalo foi sentido também na Índia.

  • Forte sismo sacode Ásia, mais de 60 mortos

    Mundo

    Pelo menos 60 pessoas morreram e há mais de 150 feridos na sequência de um forte sismo hoje sentido no Afeganistão, Paquistão e norte da Índia. O balanço das vítimas tem sido constantemente atualizado. O instituto sismológico norte-americano, reviu a magnitude para 7,5 na escala de Richter.

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • Sociedade de Pneumologia recomenda cuidados com calor e incêndios

    País

    A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) alertou esta quarta-feira para os riscos respiratórios decorrentes dos incêndios e temperaturas elevadas, sobretudo para quem sofre de doenças crónicas, propondo medidas preventivas e recordando o aumento de mortalidade associado ao calor.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14
  • Mulher vive sozinha numa ilha há 40 anos

    Mundo

    Zoe Lucas é a única pessoa a viver numa ilha canadiana, no norte do Atlântico. Nas últimas quatro décadas, a mulher de 67 tem partilhado a ilha Sable com cerca de 400 cavalos selvagens e 350 espécies de pássaros.