sicnot

Perfil

Mundo

Sobe para 238 número de mortos em sismo que atingiu Afeganistão e Paquistão

O número de mortos devido ao forte sismo que hoje abalou o Afeganistão e o Paquistão subiu para pelo menos 238, segundo um novo balanço das autoridades locais.

© Hazrat Bacha / Reuters

O anterior balanço dava conta de pelo menos 160 mortos e mais de mil feridos nos dois países.

No Paquistão, as autoridades locais atualizaram o número de vítimas, indicando que pelo menos 154 pessoas terão morrido e mais de mil terão ficado feridas na sequência do forte sismo de magnitude 7,5 na escala aberta de Richter.

Do lado do Afeganistão, o mais recente balanço indicou a existência de pelo menos 84 mortos.

As autoridades afegãs admitem, no entanto, que este número deverá aumentar quando conseguirem recuperar a comunicação com as zonas mais isoladas daquele país.

"Algumas redes de comunicações móveis estão danificadas e estamos a tentar descobrir como podemos contactar com as províncias com as quais não conseguimos estabelecer, até agora, contacto", afirmou o chefe do governo afegão, Abdullah Abdullah, durante uma reunião de emergência do executivo.

Segundo o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS), o epicentro do sismo situou-se em Jurm, nas montanhas da província de Badakhshan, no extremo nordeste do Afeganistão, a uma profundidade de 213,5 quilómetros.

O abalo durou pelo menos um minuto e foi sentida pelo menos uma réplica pouco depois de magnitude 4,8, segundo o USGS.

O forte sismo foi sentido no Afeganistão, Paquistão e Índia.

Lusa

  • Mais de 160 mortos após sismo na Ásia
    2:03

    Mundo

    O número de mortos do violento sismo de 7,5 que sacudiu hoje o sul da Ásia não para de aumentar. As autoridades adiantam mais de 160 mortos no Paquistão e no Afeganistão. O abalo foi sentido também na Índia.

  • Forte sismo sacode Ásia, mais de 60 mortos

    Mundo

    Pelo menos 60 pessoas morreram e há mais de 150 feridos na sequência de um forte sismo hoje sentido no Afeganistão, Paquistão e norte da Índia. O balanço das vítimas tem sido constantemente atualizado. O instituto sismológico norte-americano, reviu a magnitude para 7,5 na escala de Richter.

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.