sicnot

Perfil

Mundo

Trem de aterragem de avião da British Airways cede em aeroporto sul-africano

Um dos trens de aterragem de um Boeing 737-400 da British Airways, com 100 pessoas a bordo, cedeu esta segunda-feira após a aterragem no aeroporto internacional Oliver Tambo, perto de Joanesburgo, sem causar feridos, revelou a companhia aérea britânica.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Steve Marcus / Reuters

Uma centena de pessoas - 94 passageiros e seis tripulantes - estavam a bordo do aparelho, operado pela Comair (operadora sul-africana da British Airways) e oriundo de Port Elizabeth, no sul do país, quando, cerca do meio-dia local (10:00 em Lisboa), ocorreu o acidente.

"O avião estava na pista há pouco tempo, tendo realizado uma aterragem clássica, quando a tripulação notou uma vibração anormal, seguida do colapso do trem do lado esquerdo", informou Erik Venter, responsável da Comair, segundo a qual todos os passageiros e tripulantes saíram ilesos.

Imagens que circulam nas redes sociais mostram o avião inclinado para o lado, com a asa esquerda a tocar o chão.

Os voos para o aeroporto de Oliver Tambo, o maior da África do Sul, estão a registar atrasos de até uma hora, tendo a pista de aterragem sido encerrada após o acidente, revelou a Companhia de Aeroportos da África do Sul.

Lusa

  • Cavaco apela ao voto contra a eutanásia
    1:09

    País

    A eutanásia será discutida no Parlamento na terça-feira e os deputados do PS e PSD terão liberdade de voto. O PCP e CDS já se anteciparam e garantem que vão votar contra. Cavaco Silva é outra voz crítica em relação a esta questão. O ex-Presidente da República diz que é a decisão mais grave que os deputados podem tomar e apela que nas legislativas de 2019 não se vote nos partidos que forem a favor da morte medicamente assistida.

  • Papa terá pedido a bispos que rejeitem seminaristas homossexuais
    1:15
  • Duquesa de Sussex já tem brasão

    Harry & Meghan

    O Palácio de Kensington apresentou esta sexta-feira o brasão da Duquesa de Sussex, Meghan Markle. O brasão foi criado pelo College of Arms mas teve a ajuda da duquesa para que este fosse "pessoal e representativo".

    SIC

  • Moradores de Lake Worth recebem alerta para invasão de mortos-vivos

    Mundo

    E se de repente recebesse uma mensagem que alertava que a sua cidade estava a ser atacada por mortos-vivos? Foi o que aconteceu com os moradores da cidade norte-americana de Lake Worth, que foram surpreendidos durante a madrugada por uma mensagem de emergência dos serviços estatais, que os avisava de "atividade extrema de mortos-vivos".

    SIC