sicnot

Perfil

Mundo

Venezuela decreta estado de emergência em mais um município fronteiriço com a Colômbia

O Presidente venezudelano Nicolás Maduro decretou hoje o estado de emergência no município de Atures, zona de passagem do Estado de Amazonas (sul) para a Colômbia, para combater grupos de paramilitares, de narcotraficantes e o contrabando de produtos.

© Carlos Garcia Rawlins / Reute

O decreto presidencial alega a existência de "circunstâncias extraordinárias que afetam a ordem socioeconómica e a paz social" local e que visa "garantir a toda a população o gozo pleno e exercício dos direitos".

A 19 de agosto último o Governo venezuelano encerrou, por 72 horas, as passagens fronteiriças do Estado Táchira, com a vizinha Colômbia, após uma emboscada de alegados contrabandistas a militares venezuelanos.

Cinco dias depois, as autoridades venezuelanas decretaram o estado de emergência em seis municípios fronteiriços com a Colômbia, justificando a medida com as mesmas razões: combate a grupos paramilitares, ao narcotráfico e ao contrabando.

A medida foi decretada por 60 dias prorrogáveis e depois ampliada a 20 municípios, abrangendo também os Estados venezuelanos de Zúlia e Apure.

Desde o encerramento da fronteira, pelo menos 1.355 colombianos foram repatriados e mais de quinze mil abandonaram a Venezuela voluntariamente, segundo fontes não oficiais.

O encerramento tem gerado preocupação em organismos internacionais como a União de Nações da América do Sul (Unasul) e a União Europeia.

Lusa

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.