sicnot

Perfil

Mundo

Ben Carson ultrapassa Donald Trump na corrida à nomeação republicana para a Casa Branca

O candidato republicano à nomeação para as presidenciais norte-americanas Ben Carson ultrapassou pela primeira vez o milionário Donald Trump a nível nacional, segundo uma sondagem sobre as intenções de voto dos republicanos divulgada esta terça-feira.

Ben Carson, neurocirurgião e recém-chegado à política, único candidato negro à Casa Branca para as eleições de 2016, conta com 26% das intenções de voto, contra 22% de Trump.

Ben Carson, neurocirurgião e recém-chegado à política, único candidato negro à Casa Branca para as eleições de 2016, conta com 26% das intenções de voto, contra 22% de Trump.

© Lucy Nicholson / Reuters

Ben Carson, neurocirurgião e recém-chegado à política, único candidato negro à Casa Branca para as eleições de 2016, conta com 26% das intenções de voto entre os eleitores republicanos interrogados pelo diário New York Times e pela televisão CBS News.

Ultrapassa assim pela primeira vez à escala nacional o magnata do imobiliário Donald Trump, com 22% das intenções de voto. A vantagem, no entanto, fica dentro da margem de erro do inquérito, que é de 6%.

O senador da Florida (sudeste), filho de imigrantes cubanos, Marco Rubio aparece na terceira posição com 8% das intenções de voto, à frente de Jeb Bush, irmão e filho de antigos presidentes, com 7% 'ex aequo' com Carly Fiorina, antiga presidente do Conselho de Administração da Hewlett-Packard.

A sondagem mostra sobretudo a indecisão dos eleitores, com apenas 28% a declararem que a sua escolha era definitiva.

O inquérito de opinião, realizado por telefone junto de 575 republicanos que votarão nas primárias entre 20 e 25 de outubro de 2016, é divulgado na véspera do terceiro debate republicano entre os 10 candidatos ainda na corrida.

Lusa

  • Presidente do Tondela diz que clube foi humilhado
    1:26

    Desporto

    O presidente do Tondela participou esta segunda-feira na conferência de imprensa após o jogo da 23.ª jornada da I Liga com o Sporting. Gilberto Coimbra criticou o árbitro do encontro João Capela, e diz que o tempo de compensação dado a mais foi por uma falta que não foi assinalada sobre um jogador do Tondela, Bruno Monteiro.

  • Último golo do Sporting ao Tondela "é legal e limpinho" 
    0:41

    Desporto

    Jorge Jesus entende que a vitória desta segunda-feira do Sporting frente ao Tondela não merece contestação e destaca o facto de o árbitro ter avisado os jogadores que iria prolongar o tempo extra. Para o treinador dos leões, o golo no minuto 99' é legal. 

  • Deputados pedem medidas urgentes para travar exploração de urânio junto à fronteira
    3:06

    País

    Um projeto de exploração de urânio no município de Retortilho em Salamanca, a cerca de 40 quilómetros da fronteira portuguesa, está a causar preocupação nos dois países. Portugueses e espanhóis temem o risco de contaminação por via aérea e fluvial. Deputados portugueses visitaram o local, onde pediram medidas firmas e urgentes ao Governo para travar o projeto. As autoridades de Espanha não acionaram o mecanismo de avaliação ambiental partilhada.

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • "Os Estados Unidos são uma sociedade de pistoleiros"
    3:47
  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser derrotada

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC