sicnot

Perfil

Mundo

Egípcios escolhem primeiro Parlamento desde a queda do regime de Morsi

As urnas voltaram a abrir no Egito para as eleições legislativas que se realizam por fases e que só ficarão concluídas em dezembro. São 53 milhões de eleitores que escolhem o primeiro Parlamento desde a queda do regime do islamita Mohamed Morsi, em 2013.

© Asmaa Waguih / Reuters

Na primeira fase, que arrancou na semana passada, votaram os emigrantes e 14 das 27 províncias do Egito. Registou uma afluência de pouco mais de 25 por cento dos eleitores, ainda abaixo das últimas presidenciais de 2014.

Mergulhado numa profunda crise política há vários anos, o Egito tenta assim escolher o primeiro parlamento eleito desde que o general Abdel Fattah al-Sisi, antigo chefe do exército, destituiu o islamita Mohamed Morsi, em 2013.

Mas o resultado mais provável é um apoio reforçado ao atual Presidente, Abdel Fatah al-Sissi, depois de reprimida toda a oposição islamita, laica e liberal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.