sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 54% da população mundial vive em cidades

Mais de 54% da população mundial vivia em cidades em 2014 e as migrações tem contribuído para o incremento desta urbanização, segundo o relatório anual da Organização Internacional para as Migrações (OIM) hoje divulgado em Genebra.

© Nacho Doce / Reuters

O "World Migration Report 2015" (Relatório sobre a Migração Mundial 2015) indica que a migração tem "contribuído para o incremento da urbanização, tornando as cidades em lugares muito mais diversos para se viver". O estudo prevê que "a atual população urbana de 3,9 mil milhões passe a 6,4 mil milhões em 2050".

"Quase um em cada cinco, de todos os migrantes vive numa das 20 maiores cidades do mundo. Em muitas destas cidades os migrantes representam um terço ou mais da população", indica o documento.

Outras cidades, segundo o relatório, tem visto um crescimento notável na migração nos últimos anos e a geografia dos fluxos migratórios está a mudar à medida que novos destinos emergem globalmente.

"Na Ásia e em África, o crescimento rápido das pequenas cidades é esperado para absorver muita da futura população urbana do mundo e este padrão de mobilidade para as cidades e áreas urbanas é caracterizado pela temporalidade e circularidade do processo interno de migração", refere o texto.

Segundo a OIM há uma estimativa de 232 milhões de migrantes internacionais e 740 milhões de migrantes internos no mundo.

"Cerca de 50% dos migrantes internacionais residem em dez áreas altamente urbanizada, em países desenvolvidos, como a Austrália, o Canadá e os Estados Unidos, vários países da Europa (França, Alemanha, Espanha e Reino Unido), na Federação da Rússia, Arábia Saudita e nos Emirados Árabes Unidos".

Quase todo o crescimento na população mundial nas próximos décadas, de cerca de 2,5 mil milhões, deverá acontecer em áreas urbanas em países de baixo e médio rendimento, especialmente na África e na Ásia, adianta também o relatório.

O documento da OIM pretende contribuir para "o debate global sobre a migração e urbanização de três maneiras", documentando como a migração molda as cidades, quando muito da discussão atual sobre migrações e políticas de migração tende a manter o foco no nível nacional.

O relatório também chama "a atenção para o modo de vida dos migrantes nas cidades do sul do planeta", considerando que as discussões existentes sobre as cidades e os migrantes tendem a concentrar-se nas cidades do norte e na integração de migrantes internacionais.

Lusa

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.