sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 700 mil migrantes já chegaram este ano à Europa via Mediterrâneo

Mais de 700 mil migrantes chegaram em 2015 à Europa através do Mediterrâneo e 3.210 morreram ou desapareceram durante a travessia, anunciou hoje o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR).

reuters

No total, foram 705.200 os migrantes que atravessaram o Mediterrâneo, 562.355 dos quais chegaram à Grécia e 140.000 a Itália.

De acordo com o ACNUR, os sírios representam um pouco mais da maioria dos que chegam, atingindo os 64% no caso da Grécia.

"O número de chegadas continua a ser elevado" na Grécia, "apesar da deterioração das condições meteorológicas no fim de semana", indicou, por seu turno, a Organização Internacional para as Migrações (OIM) numa nota enviada à imprensa.

Segundo a OIM, 5.239 pessoas chegaram à Grécia no sábado e 4.199 no domingo.

Desde o início do mês, mais de 160.000 migrantes chegaram à Grécia vindos da Turquia, 99.000 dos quais desembarcaram em Lesbos, 22.000 em Chios, 21.500 em Samos e cerca de 7.500 em Léros, adiantou.

A Itália chegaram 7.230 migrantes em outubro, contra mais de 15.000 no mesmo período do ano passado. A OIM atribui a diminuição ao facto dos sírios seguirem agora essencialmente pela Turquia e pela Grécia.

  • Dirigentes do GD Ribeirão acusados de auxílio à emigração ilegal
    1:34

    Desporto

    Oito dirigentes do Grupo Desportivo de Ribeirão, um clube de Vila Nova de Famalicão que fechou as portas em 2015, foram acusados pelo Ministério Público.Em causa, estão suspeitas de auxílio à emigração ilegal ou falsificação de documentos, relacionadas com transferências de jogadores estrangeiros em situação ilegal.

  • Capacetes Brancos agradecem Óscar para filme sobre a guerra na Síria
    1:34

    Óscares 2017

    O Óscar para melhor documentário curto foi atribuído a um filme sobre a guerra na Síria. "The White Helmets" retrata o trabalho dos Capacetes Brancos, uma equipa de voluntários que ajuda no salvamento e resgate de habitantes sírios atingidos pelo conflito no país. O Fundador dos Capacetes Brancos já veio fazer um agradecimento público pela atribuição deste galardão. Raed Saleh diz que é uma motivação para os voluntários que todos os dias arriscam a vida para salvar outras pessoas.

  • O primeiro eclipse solar do ano
    0:57
  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16