sicnot

Perfil

Mundo

Ministro do Interior de Cuba demite-se por motivos de saúde

O ministro do Interior de Cuba, o general Abelardo Colomé, demitiu-se por motivos de saúde, ao fim de 26 anos no cargo e depois de ter sido um dos fundadores dos serviços de informação do país, anunciou o governo.

© POOL New / Reuters

O Conselho de Estado, órgão supremo do executivo cubano, "decidiu aceitar a demissão apresentada pelo general Abelardo Colomé Ibarra, herói da República de Cuba, da sua condição de membro do Conselho de Estado e da sua função de ministro do Interior, bem como a sua inscrição no serviço militar de reserva", indica um comunicado oficial lido na televisão na noite de segunda-feira.

"Quando sentiu que a sua saúde limitava o cumprimento das suas importantes responsabilidades, ele não hesitou em demitir-se, demonstrando a sua confiança no futuro da revolução cubana e do socialismo", acrescenta a mesma nota.

A possibilidade de Colomé, de 76 anos, um dos colaboradores mais próximos do Presidente Raúl Castro, se retirar por motivos de saúde vinha a ser avançada há vários meses.

Para o substituir, o Conselho de Estado nomeou o general Carlos Fernández Gondín, de 77 anos, que era até á data vice-ministro do Interior.

Lusa

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Itália tenta colocar migrações na agenda do G7 contra vontade dos EUA
    1:45
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.