sicnot

Perfil

Mundo

Ministro do Interior de Cuba demite-se por motivos de saúde

O ministro do Interior de Cuba, o general Abelardo Colomé, demitiu-se por motivos de saúde, ao fim de 26 anos no cargo e depois de ter sido um dos fundadores dos serviços de informação do país, anunciou o governo.

© POOL New / Reuters

O Conselho de Estado, órgão supremo do executivo cubano, "decidiu aceitar a demissão apresentada pelo general Abelardo Colomé Ibarra, herói da República de Cuba, da sua condição de membro do Conselho de Estado e da sua função de ministro do Interior, bem como a sua inscrição no serviço militar de reserva", indica um comunicado oficial lido na televisão na noite de segunda-feira.

"Quando sentiu que a sua saúde limitava o cumprimento das suas importantes responsabilidades, ele não hesitou em demitir-se, demonstrando a sua confiança no futuro da revolução cubana e do socialismo", acrescenta a mesma nota.

A possibilidade de Colomé, de 76 anos, um dos colaboradores mais próximos do Presidente Raúl Castro, se retirar por motivos de saúde vinha a ser avançada há vários meses.

Para o substituir, o Conselho de Estado nomeou o general Carlos Fernández Gondín, de 77 anos, que era até á data vice-ministro do Interior.

Lusa

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC