sicnot

Perfil

Mundo

Navio de guerra norte-americano perto de ilhas reclamadas pela China

Fonte da Defesa norte-americana afirmou hoje que um contratorpedeiro da Marinha dos Estados Unidos navegou hoje dentro do limite de 12 milhas náuticas das ilhas artificiais no Mar do Sul da China, cuja soberania é reclamada por Pequim.

© Handout . / Reuters

O navio de guerra, o USS Lassen, entrou nas águas em torno de pelo menos uma das ilhas do arquipélago das Spratly, cuja soberania é reivindicada pela China, hoje de manhã, indicou fonte oficial à agência AFP.

A tensão na região tem aumentado desde que a China transformou os recifes da zona - também reivindicados por uma série de países vizinhos - em pequenas ilhas capazes de acolher instalações militares, num gesto que os Estados Unidos da América (EUA) entendem como uma ameaça à liberdade de navegação.

Washington tem afirmado repetidamente que não reconhece a reivindicação chinesa de soberania sobre as águas territoriais em torno das ilhas artificiais.

"Estamos a realizar operações de rotina no Mar do Sul da China em conformidade com a lei internacional", disse a mesma fonte, acrescentando que as forças norte-americanas operam na região Ásia-Pacífico numa base diária, incluindo no Mar do Sul da China.

Em meados deste mês, um jornal do Partido Comunista da China (PCC) defendeu que Pequim deve reagir com firmeza perante "as provações" dos EUA no Mar do Sul da China, admitindo a possibilidade de um confronto armado.

"Se os EUA prejudicarem os interesses chineses fundamentais, o exército chinês irá reagir recorrendo à força", disse o Global Times, jornal de língua inglesa do grupo do Diário do Povo, o órgão central do PCC.

Em editorial, o jornal referia precisamente a possibilidade de navios militares norte-americanos penetrarem na linha a 12 milhas náuticas das ilhas artificiais construídas pela China.

Pequim tem aumentado, nos últimos anos, a sua presença nas Spratly, um arquipélago rico em recursos marinhos e energéticos, reclamado total ou parcialmente, além da China, pelas Filipinas, Brunei, Malásia, Vietname e Taiwan.

Lusa

  • Furacão "Patrícia" passou a tempestade tropical

    Mundo

    O "Patrícia", que antes de tocar terra foi considerado o mais forte furacão da história da meteorologia mundial, transformou-se hoje em tempestade tropical ao chegar ao México através do Pacífico, anunciou o Centro dos Furacões norte-americano (NHC).

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Cágado tratado com implante impresso em 3D
    2:26
  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.