sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 80 líderes mundiais participam na cimeira de Paris sobre clima

Pelo menos 80 líderes mundiais, incluindo os presidentes norte-americano e chinês e o primeiro-ministro indiano, participam em dezembro, em Paris, na cimeira destinada a alcançar um acordo sobre o clima, indicou hoje o chefe da diplomacia francês.

© Jonathan Ernst / Reuters

Para o dia da abertura, 30 de novembro, "já recebemos 80 confirmações, entre as quais as dos Presidentes dos Estados Unidos [Barack Obama] e da China [Xi Jinping] e do primeiro-ministro indiano [Narendra Modi]", disse o ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Laurent Fabius, à imprensa, em Paris.

Os líderes do Reino Unido, Alemanha, África do Sul, Brasil e Canadá também aceitaram o convite, acrescentou.

A anterior tentativa para selar um acordo climático global, em 2009, levou cerca de 110 chefes de Estado e de Governo a estarem presentes nos últimos dois dias de uma cimeira da ONU em Copenhaga, que abandonaram com frustração quando as negociações fracassaram.

"Juntamente com o Presidente, François Hollande, decidimos convidar os chefes de Estado a estarem presentes no primeiro dia, e não no fim, como em Copenhaga", disse Fabius.

Foi essa, parcialmente, a razão do fracasso, sustentou, "já que os negociadores estavam à espera de que os chefes de Estado negociassem, e eles não conseguiram resolver nada".

Desta vez, "a ideia é dar um impulso político ao início" da conferência.

Lusa

  • Bombeiros ficaram de prevenção após intoxicação em Corroios
    1:16

    País

    17 alunos da escola EB 2+3 em Corroios, no Seixal, foram hospitalizados esta segunda-feira com sintomas de intoxicação alimentar. Os alunos, entre os 7 e os 14 anos, foram transportados 12 para o hospital Garcia de Orta, em Almada e cinco para o hospital do Barreiro. O transporte foi feito pelos bombeiros voluntários da Amora e do Seixal mantiveram uma equipa de socorro no local apenas por prevenção.

  • "Nada mais há a dizer" sobre a Caixa
    0:13

    Caso CGD

    O primeiro-ministro voltou esta segunda-feira a dizer que já não há nada para discutir, na polémica sobre a entrega de declarações de património dos gestores da CGD. Foram as declarações de António Costa, na Cidade da Praia, à margem da quarta cimeira bilateral entre Portugal e Cabo Verde.

  • Venda do Novo Banco terá que ser negociada em Bruxelas
    0:43

    Economia

    A venda do Novo Banco vai ter que ser negociada com Bruxelas, uma vez que o Lone Star planeia agora ficar com 65% da instituição, obrigando o Estado a manter uma posição no banco. O ministro das Finanças lembra que esta também era uma possibilidade mas salienta que o assunto está nas mãos do Banco de Portugal.

  • Trump e os jornalistas: uma relação (su)rreal
    2:08
  • Modelo obrigada a prometer que não volta a arriscar a vida numa sessão fotográfica
    1:46