sicnot

Perfil

Mundo

Pequim adverte EUA sobre navio de guerra junto de ilhas no Mar do Sul da China

O ministro dos Negócios Estrangeiros chinês advertiu hoje os EUA relativamente ao envio de um navio de guerra para águas territoriais do disputado arquipélago das Spratly, no Mar do Sul da China, cuja soberania é reivindicada por Pequim.

© Handout . / Reuters

Wang Yi afirmou que Washington não deveria "criar problemas do nada", em referência à presença do contratorpedeiro USS Lassen, escoltado por aviões de reconhecimento da Marinha norte-americana, que navegou hoje dentro do perímetro de 12 milhas náuticas em torno do recife Subi, nas ilhas Spratly.

"Estamos a confirmar este assunto. Se é verdade, recomendamos aos Estados Unidos que pensem duas vezes antes de agir", disse o chefe da diplomacia chinesa, em resposta a uma pergunta feita durante um seminário realizado em Pequim, citado pela agência oficial Xinhua.

Fonte da Defesa norte-americana disse à AFP que um contratorpedeiro da Marinha dos Estados Unidos navegou hoje dentro do limite de 12 milhas náuticas das ilhas artificiais no Mar do Sul da China, entrando nas águas territoriais de pelo menos uma delas.

A tensão na região tem vindo a aumentar desde que a China transformou recifes da zona - também reivindicados por uma série de países vizinhos - em pequenas ilhas capazes de acolher instalações militares, num gesto que os Estados Unidos entendem como uma ameaça à liberdade de navegação.

"Estamos a realizar operações de rotina no Mar do Sul da China em conformidade com a lei internacional", disse a mesma fonte à agência noticiosa francesa, acrescentando que as forças norte-americanas operam na região Ásia-Pacífico numa base diária, incluindo no Mar do Sul da China.

O recife Subi, localizado a 26 quilómetros de solo filipino, permaneceu grande parte do tempo submerso até que a China iniciou um projeto de construção, em 2014, e o transformou numa das suas ilhas artificiais, com capacidade para funcionar como pista de aterragem.

As Spratly, um arquipélago rico em recursos marinhos e energéticos, são reclamadas total ou parcialmente, além da China, pelas Filipinas, Brunei, Malásia, Vietname e Taiwan.

Lusa

  • Marco Silva vai treinar o Watford

    Desporto

    O treinador português Marco Silva assinou contrato com o Watford, da Liga Inglesa. O emblema que terminou a última Premier League na 17ª posição, a última antes dos lugares de descida, ganhou assim a corrida ao Crystal Palace e ao FC Porto, que também tentaram contratar o técnico.

  • "A maior conquista foi construir estabilidade"
    2:14

    Economia

    António Costa voltou esta sexta-feira a garantir que a partir de junho nenhum subsídio de desemprego será inferior a 421 euros por mês. O primeiro-ministro falava nas jornadas parlamentares do PS, onde afirmou que a estabilidade é a maior conquista deste Governo.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11
  • Uma foto para a história

    Mundo

    As mulheres dos líderes mundiais que se reúnem nas cimeiras da NATO posam para a fotografia oficial das primeiras-damas. A deste ano é histórica. Pela primeira vez, há um marido de um primeiro-ministro entre as nove mulheres. Trata-se de Gauthier Destenay, casado com o líder do Luxemburgo.