sicnot

Perfil

Mundo

Cinco anos de prisão para homem que fingiu ser a mulher do rei de Marrocos

Um tribunal marroquino condenou a cinco anos de prisão efetiva um homem que se fez passar pela mulher do rei de Marrocos Mohammed VI durante uma conversa telefónica com um campeão mundial de boxe, divulgou hoje a imprensa local.

© Thierry Gouegnon / Reuters

A instância judicial "condenou a cinco anos de prisão o acusado, que tem a capacidade de imitar vozes e que já tinha enganado muitas vítimas", segundo o jornal marroquino independente Akhbar al-Yaoum.

O diário referiu que o julgamento foi realizado na passada segunda-feira, três dias após a detenção do acusado, identificado como um jovem marroquino.

Na sexta-feira, a direção-geral de segurança nacional marroquina anunciou que "um suspeito tinha utilizado indevidamente a identidade da mulher do rei [de Marrocos] a princesa Salma, ao imitar a voz da princesa durante uma conversa telefónica com o pugilista marroquino Mohamed Rabii, campeão mundial de boxe amador, numa tentativa de burla".

Rabii, que conquistou a 15 de outubro em Doha (Qatar) o campeonato do mundo de boxe amador na categoria de 69 quilos, afirmou durante um programa de televisão que tinha sido felicitado ao telefone pela princesa Salma.

"O suspeito tinha saído recentemente da prisão e já tinha cumprido pena por fraude. Ele imita as vozes de personalidades (...) fazendo crer às suas vítimas que irá intervir em seu nome para que recebam benefícios e privilégios fictícios", informou ainda a direção-geral de segurança nacional marroquina.

Segundo a comunicação social marroquina, "o acusado admitiu os factos perante a polícia e o tribunal".

Um caso com contornos semelhantes aconteceu em setembro de 2014 na localidade marroquina de Tetouan (norte). Na altura, um homem foi condenado a três anos de prisão por usurpação de identidade do rei Mohammed VI.

Lusa

  • Braga perde com Shakhtar e fica fora dos 16 avos de final da Liga Europa
    3:16
  • Ronaldo não está preocupado com repercussões de eventual fuga fiscal
    1:30

    Football Leaks

    Cristiano Ronaldo diz que quem não deve não teme. O avançado português não se mostra preocupado com as notícias que revelam que o jogador não terá declarado os rendimentos da publicidade ao fisco espanhol. Fontes do Ministério das Finanças do país vizinho confirmaram ao jornal El Mundo que o português está a ser investigado há ano e meio.

  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalam-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.