sicnot

Perfil

Mundo

Cinco anos de prisão para homem que fingiu ser a mulher do rei de Marrocos

Um tribunal marroquino condenou a cinco anos de prisão efetiva um homem que se fez passar pela mulher do rei de Marrocos Mohammed VI durante uma conversa telefónica com um campeão mundial de boxe, divulgou hoje a imprensa local.

© Thierry Gouegnon / Reuters

A instância judicial "condenou a cinco anos de prisão o acusado, que tem a capacidade de imitar vozes e que já tinha enganado muitas vítimas", segundo o jornal marroquino independente Akhbar al-Yaoum.

O diário referiu que o julgamento foi realizado na passada segunda-feira, três dias após a detenção do acusado, identificado como um jovem marroquino.

Na sexta-feira, a direção-geral de segurança nacional marroquina anunciou que "um suspeito tinha utilizado indevidamente a identidade da mulher do rei [de Marrocos] a princesa Salma, ao imitar a voz da princesa durante uma conversa telefónica com o pugilista marroquino Mohamed Rabii, campeão mundial de boxe amador, numa tentativa de burla".

Rabii, que conquistou a 15 de outubro em Doha (Qatar) o campeonato do mundo de boxe amador na categoria de 69 quilos, afirmou durante um programa de televisão que tinha sido felicitado ao telefone pela princesa Salma.

"O suspeito tinha saído recentemente da prisão e já tinha cumprido pena por fraude. Ele imita as vozes de personalidades (...) fazendo crer às suas vítimas que irá intervir em seu nome para que recebam benefícios e privilégios fictícios", informou ainda a direção-geral de segurança nacional marroquina.

Segundo a comunicação social marroquina, "o acusado admitiu os factos perante a polícia e o tribunal".

Um caso com contornos semelhantes aconteceu em setembro de 2014 na localidade marroquina de Tetouan (norte). Na altura, um homem foi condenado a três anos de prisão por usurpação de identidade do rei Mohammed VI.

Lusa

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • O que muda com a saída do Procedimento por Défice Excessivo?
    2:10
  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • Marcelo opta pelo silêncio sobre a eutanásia
    1:09

    Eutanásia

    Marcelo Rebelo de Sousa diz que só tomará uma posição sobre a eutanásia quando o diploma chegar a Belém. O chefe de Estado garante que vai ficar em silêncio, para não condicionar o debate e também "para ficar de mãos livres para decidir".