sicnot

Perfil

Mundo

Israel contesta discurso de líder palestiniano no Conselho de Direitos Humanos da ONU

Israel acusou hoje o presidente da Autoridade palestiniana, Mahmud Abbas, de promover o "incitamento" durante o seu discurso numa sessão especial do Conselho de Direitos Humanos da ONU, em Genebra.

A Grécia vai reconhecer o Estado palestiniano numa votação que decorrerá na terça-feira no Parlamento na presença do presidente da Palestina, Mahmud Abbas (AP/Arquivo)

A Grécia vai reconhecer o Estado palestiniano numa votação que decorrerá na terça-feira no Parlamento na presença do presidente da Palestina, Mahmud Abbas (AP/Arquivo)

Sergei Ilnitsky

"O presidente palestiniano [Mahmud] Abbas escolheu uma vez mais o caminho da propaganda e do incitamento em vez do diálogo proposto por Israel", considerou em comunicado Emanuel Nahson, porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros israelita.

Abbas participou hoje na reunião do Conselho, onde denunciou que a situação nos territórios palestinianos ocupados, incluindo Jerusalém leste, é atualmente "a pior e a mais crítica" desde 1948, o ano da fundação do Estado de Israel.

Este país "viola sistematicamente os direitos humanos [dos palestinianos], o direito humanitário internacional e atua como um Estado acima da lei, que não pode ser punido nem assumir-se como responsável", declarou Abbas, que também lamentou a impunidade dos colonos judeus que cometem crimes sistemáticos contra os palestinianos.

"Chegou o momento em que a comunidade deixe de falar sobre a justiça da causa palestiniana e adote mecanismos e procedimentos a favor da justiça para o meu povo", invocou Abbas, solicitando o estabelecimento de "um regime internacional de proteção para o povo palestiniano".

Israel e a Palestina atravessam desde o início de outubro uma nova onda de violência com um balanço de mais de 60 palestinianos mortos [um terço deles autores de apunhalamentos segundo a versão israelita, e os restantes por disparos das forças militares e policiais], dez israelitas em ataques palestinianos, um eritreu e um atacante árabe israelita.

Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.