sicnot

Perfil

Mundo

Israel contesta discurso de líder palestiniano no Conselho de Direitos Humanos da ONU

Israel acusou hoje o presidente da Autoridade palestiniana, Mahmud Abbas, de promover o "incitamento" durante o seu discurso numa sessão especial do Conselho de Direitos Humanos da ONU, em Genebra.

A Grécia vai reconhecer o Estado palestiniano numa votação que decorrerá na terça-feira no Parlamento na presença do presidente da Palestina, Mahmud Abbas (AP/Arquivo)

A Grécia vai reconhecer o Estado palestiniano numa votação que decorrerá na terça-feira no Parlamento na presença do presidente da Palestina, Mahmud Abbas (AP/Arquivo)

Sergei Ilnitsky

"O presidente palestiniano [Mahmud] Abbas escolheu uma vez mais o caminho da propaganda e do incitamento em vez do diálogo proposto por Israel", considerou em comunicado Emanuel Nahson, porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros israelita.

Abbas participou hoje na reunião do Conselho, onde denunciou que a situação nos territórios palestinianos ocupados, incluindo Jerusalém leste, é atualmente "a pior e a mais crítica" desde 1948, o ano da fundação do Estado de Israel.

Este país "viola sistematicamente os direitos humanos [dos palestinianos], o direito humanitário internacional e atua como um Estado acima da lei, que não pode ser punido nem assumir-se como responsável", declarou Abbas, que também lamentou a impunidade dos colonos judeus que cometem crimes sistemáticos contra os palestinianos.

"Chegou o momento em que a comunidade deixe de falar sobre a justiça da causa palestiniana e adote mecanismos e procedimentos a favor da justiça para o meu povo", invocou Abbas, solicitando o estabelecimento de "um regime internacional de proteção para o povo palestiniano".

Israel e a Palestina atravessam desde o início de outubro uma nova onda de violência com um balanço de mais de 60 palestinianos mortos [um terço deles autores de apunhalamentos segundo a versão israelita, e os restantes por disparos das forças militares e policiais], dez israelitas em ataques palestinianos, um eritreu e um atacante árabe israelita.

Lusa

  • Trump eleito personalidade do ano pela revista Time

    Mundo

    O Presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, foi eleito personalidade do ano pla revista Time. O título é atribuído pela publicação norte-americana há quase 90 anos para distinguir a figura que marcou o ano.

  • Cerca de 100 mortos e dezenas de desaparecidos após sismo na Indonésia
    1:24
  • As camisolas de Natal da família real britânica

    Mundo

    O espírito natalício invadiu ontem o Museu Madame Tussauds, em Londres. Foram reveladas as novas figuras de cera da família real britânica - cada membro enverga uma camisola de espírito festivo, com cãezinhos "reais" e "gingerbreadmen" de gosto duvidoso.

  • Os dias na Terra estão a ficar mais longos

    Mundo

    Os dias estão a tornar-se mais longos, mas impercetivelmente, porque vão ser precisos 6,7 milhões de anos para aumentarem um minuto, segundo um estudo publicado quarta-feira pela Proceedings A da Royal Society britânica.

  • Com este vamos arrancar-lhe uma lagriminha!

    Mundo

    Nesta redação, não se vive só de notícias. Também gostamos de nos emocionar com o mundo virtual. Imbuídos pela quadra natalícia, decidimos partilhar este vídeo polaco consigo. O que é preciso para o emocionar? Um tema com uma mensagem simples e que nos faça lembrar que somos todos feitos de carne e osso. Um toque de humor. Um sentimento sazonal, mas nunca em excesso. Um cão [é preciso haver sempre um cão]. Um enredo e algum suspense que nos prenda ao écran. Algo que nos faça engolir em seco. Foi isto que fez um site de vendas online com um anúncio com o título: "Inglês para principiantes". Então? Atingimos o nosso objetivo? Com ou sem lágrima?

  • Leica: a marca lendária entre os fotógrafos
    5:54
    Futuro Hoje

    Futuro Hoje

    3ª FEIRA NO JORNAL DA NOITE

    A Leica, das famosas máquinas fotográficas, abriu na semana passada a primeira loja em Portugal. Grande parte da produção da marca alemã é feita em Lousado, em Vila Nova de Famalicão, há 43 anos.