sicnot

Perfil

Mundo

Dois aviões russos intercetados perto de porta-aviões norte-americanos

Dois bombardeiros russos Tu-142 Bear foram esta quinta-feira intercetados por aviões de caça norte-americanos quando se aproximavam do porta-aviões USS Ronald Reagan no mar do Japão, indicaram a Casa Branca e o Pentágono.

Na imagem, dois Tupolev Tu-95MS Bear. (Arquivo)

Na imagem, dois Tupolev Tu-95MS Bear. (Arquivo)

© RIA Novosti / Reuters

"O Ronald Reagan fez deslocar quatro caças para intercetar e escoltar os aviões" russos, indicou o capitão Jeff Davis, porta-voz do Pentágono, precisando que os aparelhos russos se aproximaram cerca de uma milha (1,6 quilómetros) do porta-aviões.

Os dois aviões, com potentes quadrimotores, voavam a "cerca de 500 pés" (150 metros), precisou o porta-voz.

"Nada indica que os dois aviões colocassem uma ameaça imediata", mas "é um procedimento operacional para os aviões americanos escoltarem todo o aparelho que voa na proximidade de navios americanos", adiantou o porta-voz.

Este género de acidente "não acontece com frequência, mas já aconteceu", acrescentou o porta-voz.

Lusa

  • Rússia e EUA trocam argumentos após intervenção russa na Síria
    1:54

    Mundo

    Rússia e Estados Unidos continuam a trocar argumentos por causa da intervenção russa na Síria. Vladimir Putin garante que o objetivo é apoiar as autoridades legítimas. Barack Obama reconhece o falhanço em formar uma oposição armada, mas insiste no afastamento de Bashar al Assad. No terreno, o apoio aéreo russo deu já um novo fôlego às tropas de Damasco.

  • MIT quer humanos a ajudar máquinas a decidir (quem morre)

    Mundo

    A "Máquina Moral" é uma plataforma online que recolhe a perspetiva humana em decisões que terão de ser tomadas por uma máquina. Por exemplo, quando um carro sem condutor se depara com o dilema do mal menor: em quem acertar - para evitar outros - num acidente de viação.

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.