sicnot

Perfil

Mundo

Parlamento Europeu anuncia hoje vencedor do Prémio Sakharov

O Parlamento Europeu (PE) anuncia hoje, em Estrasburgo, o vencedor do Prémio Sakharov 2015, galardão que distingue anualmente a liberdade de pensamento.

© Yannis Behrakis / Reuters

Os três finalistas são a oposição democrática na Venezuela, o bloguer saudita Raif Badawi, e o opositor russo Boris Nemtsov, a título póstumo.

Hoje, a conferência de líderes do PE escolhe o vencedor do galardão, que será entregue também em Estrasburgo, no dia 16 de dezembro.

A Mesa da Unidade Democrática, que congrega a oposição e presos políticos na Venezuela, foi formada em 2008 para unir a oposição ao partido do então Presidente Hugo Chávez.

Políticos e estudantes que integram a Mesa foram entretanto condenados a penas de prisão por exercerem o seu direito à liberdade.

O bloguer saudita Raif Badawi, autor do site Free Saudi Liberals, foi sentenciado a dez anos de prisão, mil chibatadas e uma multa por insultar valores islâmicos.

O físico e opositor russo Boris Nemtsov foi assassinado em Moscovo, em fevereiro.

O Prémio Sakharov, no valor de 50 mil euros, foi entregue, em 2014 ao ginecologista congolês Denis Mukwege, especializado no tratamento de mulheres vítimas de violência em África.

Nelson Mandela e o dissidente soviético Anatoly Marchenko (a título póstumo) foram os primeiros galardoados, em 1988.

Em 1999, o galardão foi entregue a Xanana Gusmão (Timor-Leste) e, em 2001, ao bispo Zacarias Kamwenho (Angola).

Lusa

  • Costa de Metro de Odivelas para Lisboa para relembrar corrida entre burro e Ferrari
    2:55

    Autárquicas 2017

    António Costa começou hoje o dia de campanha em Odivelas, para uma viagem de Metro até Lisboa, em que recordou a célebre corrida entre um burro e um Ferrari que protagonizou em 1993 quando foi canditado do PS à Câmara de Loures. Foi nesta cidade, onde ontem à noite, que desferiu um violento ataque a Pedro Passos Coelho, acusando-o de transformar o PSD num partido que não é digno de um Estado democrático.

  • O aeroporto de Beja, um "elefante branco" na planície alentejana
    4:33
  • Paciente há 15 anos em estado vegetativo consegue seguir objetos e mexer a cabeça

    Mundo

    Um homem de 35 anos, que ficou em estado vegetativo após um acidente de viação há 15 anos, deu sinais de consciência depois de lhe ter sido aplicada uma nova técnica de estimulação nervosa. Cirurgiões implantaram no paciente um pequeno aparelho que estimula o nervo vago, responsável pela ligação nervosa entre o cérebro e o resto do corpo. A intervenção aconteceu em França e a descoberta foi publicada na revista científica Current Biology.