sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 595 mortos na Síria desde o início dos bombardeamentos da Rússia

Pelo menos 595 pessoas foram mortas na Síria desde o início dos bombardeamentos em 30 de setembro da aviação russa, aliada do regime de Bashar al-Assad, refere uma contagem hoje publicada pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

© Bassam Khabieh / Reuters

Entre as vítimas mortais, registam-se pelo menos 185 civis, incluindo 48 menores e 46 mulheres.

Os ataques aéreos russos também provocaram a morte de 131 membros do grupo 'jihadista' Estado Islâmico (EI) e de 279 combatentes de fações rebeldes e da Frente al Nursa, o ramo sírio da Al-Qaida.

O Observatório destacou que diversas províncias sírias foram atingidas por bombardeamentos russos, que apoiam as operações terrestres do exército sírio, também apoiado por milicianos do grupo xiita libanês Hezbollah, e guerrilheiros iranianos.

Em outubro, os aviões de combate russos concentraram os seus ataques nas áreas a norte das províncias de Homs e Hama (centro da Síria), e ainda nas zonas de Alepo e Ibleb e de Latakia, na costa mediterrânica.

A ONG acrescentou que os bombardeamentos atingiram zonas onde havia presença de civis, e ainda bases dos grupos insurgentes, do EI e da Frente al Nursa, provocando baixas entre os combatentes e danos materiais.

As autoridades russas afirmam que o objetivo destes ataques é o EI e outras "organizações terroristas" que atuam na Síria.

A Rússia está representada na conferência de sexta-feira em Viena sobre o conflito sírio, onde também vão estar presentes diversos países envolvidos no conflito, com destaque para os Estados Unidos, Irão, Turquia e Arábia Saudita, mas sem a presença das partes sírias.

Lusa

  • Antigo responsável por arqueologia síria acusa UNESCO de não proteger património
    2:26

    Mundo

    O antigo responsável pela arqueologia síria Michel al-Maqdissi esteve em Portugal e não poupou críticas à UNESCO, que acusa de estar a falhar na proteção do património histórico e cultural na Síria e no Iraque. Em entrevista à SIC, o arqueólogo acusou ainda a Rússia de estar a bombardear património da humanidade. Michel al-Maqdissi faz investigação no Louvre e dá conferências pelo mundo.

  • Alemanha e China defendem uma solução política para a Síria
    1:01

    Mundo

    Alemanha e China defendem uma solução política para a Síria e admitem levar a questão às Nações Unidas. Com a escalada da violência no país desde que a Rússia começou a bombardear opositores do regime de Bashar Al Assad, a chanceler alemã apela a uma solução célere para a guerra civil que já matou mais de 300 mil pessoas e continua a alimentar o maior fluxo migratório para a Europa desde a IIª guerra mundial.

  • Explosão no aeroporto de Damasco

    Mundo

    Uma explosão de grandes dimensões atingiu, esta manhã, o aeroporto de Damasco, na capital Síria. O ataque terá sido realizado pelas forças israelitas.

    Em atualização

  • Habitantes de Almeida barricaram-se durante seis horas em agência da CGD
    2:31

    País

    Perto de 100 pessoas estiveram esta quarta-feira barricadas na agência da Caixa Geral de Depósitos em Almeida, distrito da Guarda. O protesto contra o encerramento da agência só terminou quase seis horas depois, com a garantia que os autarcas serão recebidos na próxima terça-feira pela Administração do banco público. 

  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e a organização espera ter 60 mil participantes.

  • Ivanka Trump vaiada por defender o pai durante debate sobre igualdade de género
    1:51

    Mundo

    Com o propósito de criar pontes com Donald Trump, a chanceler alemã Angela Merkel convidou a filha mais velha do Presidente norte-americano para participar numa cimeira. No entanto as coisas não correram muito bem e Ivanka Trump foi vaiada pela audiência por ter defendido o pai quando o assunto era a igualdade de género. 

  • Papa apelou à revolução da ternura
    0:52
  • Irmã da mulher mais pesada do mundo acusa hospital de mentir

    Mundo

    A irmã da mulher egípcia que se acreditava ser a mais pesada do mundo acusou os médicos de mentirem acerca da sua perda de peso. No entanto, o hospital que realizou a cirurgia bariátrica já respondeu às acusações, defendendo que a mulher pesa agora 172 quilos.

  • Diário de John F. Kennedy vendido por 660 mil euros

    Mundo

    Um diário escrito por John F. Kennedy quando jovem, durante uma curta passagem pelo jornalismo, depois da II Guerra Mundial, foi vendido por mais de 700 mil dólares (642 mil euros), informou esta quarta-feira uma casa de leilões.