sicnot

Perfil

Mundo

UE suspende sanções contra Bielorrússia após libertação de presos políticos

O Conselho da União Europeia decidiu hoje suspender por quatro meses as sanções económicas contra a Bielorrússia, reagindo à libertação dos presos políticos pelo governo de Minsk.

© Vasily Fedosenko / Reuters

As sanções agora suspensas implicavam o congelamento de bens de 170 pessoas e três entidades.

A UE salienta que continuará a monitorizar a situação democrática e dos direitos humanos no país, mas saúda a libertação de todos os presos políticos, em 22 de agosto, que considera um passo para a normalização das relações com o país.

Quatro pessoas envolvidas em desaparecimentos por resolver na Bielorrússia permanecem sujeitas a sanções, hoje prolongadas até 29 de fevereiro de 2016 e o embargo às armas também prevalece.

Lusa

  • Marcelo saúda "forma rápida" como Conselho de Ministros "tratou de tudo"
    1:03

    País

    O Presidente da República lembra que é preciso convergência de forma a adotar rapidamente as medidas mais urgentes do plano de emergência. No concelho de Tábua, Marcelo Rebelo de Sousa destacou ainda os esforços do Conselho de Ministros, mas lembrou que as medidas anunciadas são apenas o início de um processo e não o fim.

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, até ao final de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano vão ser contratados novos assistentes de bordo, mas o sindicato diz que não chega.

  • "Um ataque e uma humilhação contra o povo catalão"
    1:35