sicnot

Perfil

Mundo

UE suspende sanções contra Bielorrússia após libertação de presos políticos

O Conselho da União Europeia decidiu hoje suspender por quatro meses as sanções económicas contra a Bielorrússia, reagindo à libertação dos presos políticos pelo governo de Minsk.

© Vasily Fedosenko / Reuters

As sanções agora suspensas implicavam o congelamento de bens de 170 pessoas e três entidades.

A UE salienta que continuará a monitorizar a situação democrática e dos direitos humanos no país, mas saúda a libertação de todos os presos políticos, em 22 de agosto, que considera um passo para a normalização das relações com o país.

Quatro pessoas envolvidas em desaparecimentos por resolver na Bielorrússia permanecem sujeitas a sanções, hoje prolongadas até 29 de fevereiro de 2016 e o embargo às armas também prevalece.

Lusa

  • Negociações serão difíceis e manter a unidade também
    0:32
  • Corrida à Agência Europeia Medicamento "não é fácil", admite Costa
    0:50

    Brexit

    António Costa confirmou a apresentação da candidatura para a transferência da agência europeia do medicamento de Londres para Portugal. À margem da cimeira extraordinário sobre o Brexit, o primeiro-ministro salientou a importância da instalação do instituto no país para reforçar a competitividade no setor