sicnot

Perfil

Mundo

EUA enviam "pequeno efetivo" de forças especiais para a Síria

Os Estados Unidos vão enviar efetivos das forças especiais para o norte da Síria onde vão participar, no terreno, no esforço de guerra contra o grupo Estado Islâmico (EI), indicou esta sexta-feira um responsável norte-americano.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

"O Presidente [Barack Obama] autorizou o envio de um pequeno efetivo, menos de 50, de forças de operações especiais americanas no norte da Síria", referiu o funcionário da administração dos EUA em declarações à agência noticiosa francesa AFP.

Estes soldados de elite enviados para território da Síria "vão ajudar a coordenar as tropas locais no terreno e os esforços da coligação para contrariar o EI", acrescentou o mesmo responsável sem fornecer mais detalhes.

Em simultâneo, um outro funcionário da administração da Casa Branca confirmou que o exército norte-americano vai deslocar para uma base militar turca aviões de ataque ao solo A-10 e caças F-15, ainda no âmbito da ofensiva da coligação internacional contra o grupo 'jihadista' EI.

Lusa

  • Os momentos que marcaram o 7.º dia de Mundial
    1:08
  • "Ronaldos nascem na Rússia como cogumelos"
    1:49
  • Os momentos descontraídos dos jogadores
    1:54
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O humor russo
    1:32
  • Schulz responde a Trump: "é um especialista em estatísticas criminais"

    Mundo

    "Donald Trump é um especialista em estatísticas criminais: pagamentos a estrelas porno, contactos ilegais com russos e diretores de campanha presos". Foi assim que o deputado alemão Martin Schulz respondeu ao Presidente norte-americano, depois de este ter afirmado várias vezes que a criminalidade na Alemanha aumentou devido à imigração.

    SIC

  • "Vou pedir a alguém que dê esta notícia por mim". Jornalista emociona-se com o caso dos bebés mexicanos separados das famílias
    0:49