sicnot

Perfil

Mundo

Detonada em segurança bomba da II Guerra Mundial descoberta em aeroporto alemão

Uma bomba da Segunda Guerra Mundial (1939/45) foi descoberta hoje num dos principais aeroportos alemães, tendo as autoridades locais procedido à detonação controlada do engenho, obrigando ao adiamento de sete voos.

Arquivo reuters

Segundo os serviços de imprensa do aeroporto de Dusseldorf (oeste da Alemanha), o terceiro mais movimentado do país, os voos foram interrompidos durante cerca de uma hora enquanto os peritos procederam à explosão controlada do engenho de 125 quilogramas.

A bomba foi descoberta durante a madrugada de hoje próximo da pista de aterragem principal durante trabalhos de manutenção e foi cuidadosamente transportada para um buraco de oito metros de profundidade cavado para o efeito para limitar quaisquer danos colaterais.

"O som da explosão pôde ser ouvido claramente na área circundante do aeroporto", sublinhou a câmara municipal de Dusseldorf.

As autoridades locais afirmaram temer a possibilidade de existirem outros engenhos da mesma altura por baixo do solo onde se situa o aeroporto.

Segundo as autoridades, ao longo deste mês, serão efetuadas monitorizações no solo para determinar se existem mais engenhos explosivos daquela época.

Em 2009, uma bomba de 500 quilogramas foi descoberta e destruída, igualmente de forma controlada, próximo do aeroporto.

Setenta anos após o fim do conflito, ainda existem zonas na Alemanha com bombas que ficaram por explodir na sequência das campanhas dos Aliados.

A quase totalidade dos engenhos explosivos por detonar tem sido descoberta durante obras públicas

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • O que muda com a saída do Procedimento por Défice Excessivo?
    2:10
  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • Marcelo opta pelo silêncio sobre a eutanásia
    1:09

    Eutanásia

    Marcelo Rebelo de Sousa diz que só tomará uma posição sobre a eutanásia quando o diploma chegar a Belém. O chefe de Estado garante que vai ficar em silêncio, para não condicionar o debate e também "para ficar de mãos livres para decidir".