sicnot

Perfil

Mundo

Nova vaga de violência sectária na República Centro-Africana

Pelo menos três pessoas foram mortas e mais de 100 casas foram incendiadas no domingo na capital centro-africana Bangui, na sequência de uma nova vaga de confrontos entre rebeldes muçulmanos e milícias cristãs, segundo fontes locais.

© POOL New / Reuters

Esta nova vaga de violência religiosa e sectária ocorre a poucas semanas da visita à República Centro-Africana do papa Francisco, prevista para 28 e 29 de novembro.

Fontes hospitalares, citadas pela agência francesa AFP, avançam que pelo menos três pessoas morreram nos confrontos.

Apesar dos confrontos terem hoje registado um abrandamento, segundo testemunhou no local um jornalista da AFP, foram ainda registados tiroteios esporádicos em redor da zona PK5, o bastião dos rebeldes muçulmanos Seleka na capital centro-africana que está sitiado pelas milícias cristãs 'anti-balaka'.

Ao lado das milícias cristãs estavam elementos das forças armadas centro-africanas (FACA), segundo o mesmo testemunho.

Uma fonte militar confirmou que várias pessoas foram mortas a tiro ou degoladas, acrescentando que os corpos das vítimas foram abandonados. A fonte não precisou o número de mortos.

"Também contabilizamos vários feridos a tiro, incluindo alguns elementos da FACA, que foram transportados para hospitais", indicou a mesma fonte.

A deposição, em março de 2013, do Presidente François Bozizé pela rebelião Seleka mergulhou esta ex-colónia francesa na maior crise desde a sua independência, em 1960, desencadeando combates mortais entre comunidades muçulmanas e cristãs em 2013 e 2014.

Confrontos no final de setembro em Bangui fizeram 61 mortos e mais de 300 feridos antes de as forças internacionais ("capacetes azuis" e soldados franceses) conseguirem restabelecer a calma.

O nível de violência baixou desde então, mas muitos grupos armados continuam a atacar, o que provocou um novo adiamento das eleições cuja primeira volta estava agendada para 18 de outubro.

Na Cidade do Vaticano, fontes oficiais afirmaram hoje que a visita do papa à República Centro-Africana mantém-se "programada", admitindo, no entanto, que a deslocação do pontífice poderá ser cancelada caso existe uma intensificação dos confrontos na capital Bangui.

A deslocação de Francisco à República Centro-Africana insere-se num périplo africano que também inclui passagens pelo Quénia e pelo Uganda.

Lusa

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.