sicnot

Perfil

Mundo

Antiga mulher de rei saudita ganha compensação milionária em tribunal

A antiga mulher secreta do falecido rei Fahd, da Arábia Saudita, ganhou esta terça-feira um recurso no Tribunal Superior de Londres que lhe permite receber uma compensação milionária, com base na promessa do seu marido de que cuidaria dela.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Damir Sagolj / Reuters

O juiz britânico Peter Smith deliberou hoje que Jana Harb, de 68 anos e de origem palestiniana, tem direito a receber mais de 15 milhões de libras (cerca de 21 milhões de euros), além de duas propriedades valiosas situadas em Londres.

Segundo Harb, o príncipe Abdul Aziz, filho de outra das mulheres do rei, encontrou-se com ela no hotel Dorchester, em Londres, a 20 de junho de 2003, quando o monarca se encontrava gravemente doente.

De acordo com a mulher, neste encontro o príncipe acordou pagar-lhe 12 milhões de libras (16,8 milhões de euros) e ceder-lhe dois pisos situados no exclusivo bairro de Chelsea, avaliados, cada um, em cinco milhões de libras (sete milhões de euros), para honrar a promessa do seu pai de que garantiria a Harb apoio financeiro durante toda a vida.

Durante o processo judicial, o príncipe enviou duas mensagens escritas ao tribunal negando esta versão, mas o juiz aceitou a posição da viúva de considerar que houve acordo.

O magistrado ordenou ao príncipe que comparecesse nesta audiência, mas este recusou, argumentando que criaria "um circo mediático", levando o tribunal a obrigá-lo a doar 25 mil libras (30 mil euros) a obras de beneficência por "desacato às autoridades".

Numa sessão anterior em julho, Harb indicou que a família do rei Fahd, falecido em 2005, opôs-se à sua relação com o monarca por pertencer a uma família cristã na Palestina.

Harb converteu-se ao Islão antes de se casar numa cerimónia discreta, em março de 1968, e o matrimónio durou três anos.

A mulher disse ter engravidado três vezes e foi sempre obrigada a abortar a pedido de Fahd, relatou.

Lusa

  • Debate quinzenal no Parlamento: veja em direto e comente

    País

    As políticas de descentralização foram o tema escolhido pelo Governo para o debate quinzenal, mas a situação na Caixa Geral de Depósitos também deve marcar os trabalhos na Assembleia da República. Acompanhe aqui a discussão e participe no Minuto a Minuto SIC/Parlamento Global.

    Direto

  • Cerca de 100 mortos e dezenas de desaparecidos após sismo na Indonésia
    1:24
  • Centro Hospitalar do Algarve deverá ser extinto em 2017
    2:10

    País

    O Centro Hospitalar do Algarve deverá ser extinto no próximo ano e depois da separação dos hospitais de Faro, Portimão e Lagos. Faro deverá passar a hospital universitário. A proposta da Administração Regional de Saúde deverá ser confirmada dentro de dias pelo ministro da Saúde.

  • As camisolas de Natal da família real britânica

    Mundo

    O espírito natalício invadiu ontem o Museu Madame Tussauds, em Londres. Foram reveladas as novas figuras de cera da família real britânica - cada membro enverga uma camisola de espírito festivo, com cãezinhos "reais" e "gingerbreadmen" de gosto duvidoso.