sicnot

Perfil

Mundo

Merkel alerta para possíveis conflitos armados nos Balcãs

A chanceler alemã, Angela Merkel, alertou hoje para possíveis conflitos armados nos Balcãs, por onde passa a maioria dos refugiados, perante a hipótese de a Alemanha vir a encerrar a sua fronteira com a Áustria.

reuters

"Nos últimos tempos, a tensão entre os países ocidentais dos Balcãs já se começou a sentir não queremos que esses conflitos cheguem a confrontos militares", afirmou a responsável alemã, na segunda-feira à noite.

Vários especialistas têm alertado que, se a Alemanha - principal destino dos migrantes, em especial dos que fogem da guerra na Síria -, fechar a sua fronteira com a Áustria, os países dos Balcãs vão acabar por fazer o mesmo.

No final de outubro, a União Europeia (EU) anunciou a criação de 100 mil vagas para acolher refugiados na Grécia e nos Balcãs, a fim de conter a crise migratória sem precedentes que provocou tensões entre a Eslovénia, Croácia, Sérvia e Hungria.

Dentro da Alemanha, a questão dos refugiados também está a dividir a coligação conservadores/social-democratas, que não conseguiu chegar a acordo na reunião realizada no passado domingo.

Entretanto, está marcada uma nova ronda de negociações para quinta-feira, que se deverá debruçar na criação, imaginada pelos conservadores, de "zonas de trânsito" na fronteira germano-austríaca para acelerar a revisão dos registos e despejos, uma ideia já rejeitada pelo Partido Social Democrata.

Merkel garantiu que, caso a reunião não colmine em acordo, que vão continuar a negociar.

"Esta não é a primeira vez que temos de convencer os social-democratas da justeza das coisas", afirmou.

  • Passos explica porque se sentiu irritado com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o Presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas de que foi alvo.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.