sicnot

Perfil

Mundo

Estudante esfaqueia cinco pessoas numa universidade dos EUA e é morto

Um estudante esfaqueou hoje cinco pessoas no campus de uma universidade da Califórnia e acabou sendo morto pelas autoridades, disse a polícia.

A polícia da Universidade de Merced, a sul da capital do Estado californiano, Sacramento, disse que duas das vítimas foram levadas para o hospital e que as outras três foram tratadas no local. A fonte disse que as cinco pessoas estavam conscientes mas não deu mais detalhes.

O jornal local, Merced Sun-Star, noticiou que o agressor era um estudante do sexo masculino de cerca de 20 anos.

Trabalhadores da construção civil que estavam a remodelar um dos edifícios do complexo universitário ouviram sons de um tumulto numa das salas de aula e quando um deles foi investigar, Byron Price, o jovem estudante esfaqueou-o, disse o jornal citando o pai do trabalhador, explicando que o filho era uma das vítimas internadas.

Não há ainda explicações sobre os motivos que levaram o jovem a fazer o ataque e também não é claro se as outras vítimas eram estudantes, já que a Universidade disse num primeiro momento que todos eram estudantes mas depois não confirmou essa versão.

A Universidade foi inaugurada em 2005 e tem mais de 6.600 alunos. Depois do ataque o estabelecimento fechou o resto do dia e as autoridades procuraram no local outras vítimas ou outros possíveis assaltantes.

Ataques em campus universitários têm sido frequentes nos Estados Unidos, a maior parte das vezes com o uso de armas de fogo. No início de outubro um tiroteio numa faculdade em Oregon provocou a morte de oito estudantes, de um professor e do atacante.

Lusa

  • Incêndio de Setúbal "quase dominado"
    4:04

    País

    O incêndio que deflagrou segunda-feira em Setúbal está "quase dominado", segundo informações da presidente da Câmara. Maria das Dores Meira diz que não há feridos a registar e que os habitantes já vão regressando a casa. Para ajudar no combate ao fogo foram enviados meios de Lisboa.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.