sicnot

Perfil

Mundo

Obama pode decidir encerrar prisão de Guantánamo

A Casa Branca admitiu hoje que o Presidente Barack Obama pode decidir, por sua livre iniciativa, encerrar a prisão de Guantánamo, em Cuba, antes do final do seu mandato, em janeiro de 2017, se o Congresso não colaborar.

(arquivo)

(arquivo)

© Jonathan Ernst / Reuters

"Neste momento, não descartaria nada", afirmou o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, durante a conferência de imprensa diária.

Se o Congresso continuar a recusar colaborar para encerrar essa prisão, Earnest afirmou não descartar que Obama decida usar "todas as ferramentas" que a sua autoridade executiva lhe outorga.

O governo está a ultimar um plano para entregar ao Congresso em que detalha os passos necessários para libertar e transferir para países terceiros e para o território dos EUA os pouco mais de 100 reclusos que permanecem no centro de detenção.

O encerramento de Guantánamo é uma promessa de Obama que remonta à sua primeira campanha eleitoral, em 2008.

O Presidente porém confrontou-se desde o início com a oposição do Congresso, em particular dos republicanos, que recusam a transferência dos presos para prisões nos EUA.

Lusa

  • O insólito cartão amarelo mostrado a Felipe

    Desporto

    Aos 53 minutos do jogo desta quarta-feira entre o Sporting e o FC Porto, a contar para a Taça de Portugal, Jorge Sousa apercebe-se que Felipe enganou-se na camisola que vestiu ao intervalo. O defesa central reentrou com a camisola de Soares. O árbitro mostrou o cartão amarelo e mandou o jogador para o banco trocar de camisola.

  • Dez feridos ligeiros em naufrágio de embarcação em Cascais

    País

    Uma embarcação de recreio com 10 pessoas a bordo naufragou ao largo da Parede, na linha de Cascais. Todos os tripulantes foram resgatados pelas autoridades marítimas e bombeiros e apresentam escoriações ligeiras e sinais de hipotermia. O barco foi entretanto retirado da água e a marginal continua cortada ao trânsito.

  • PS apresenta Lei de Bases da Habitação para abrir debate sobre habitação acessível
    1:19

    Economia

    O PS quer avançar com uma Lei de Bases da Habitação. A proposta apresentada esta quinta-feira propõe a requisição de casas devolutas para habitação e apoios concretos para o arrendamento a preços acessíveis. O líder parlamentar do PS, Carlos César, diz que é tempo de abrir um debate sobre a habitação que acredita que pode resultar numa Lei ainda na atual legislatura.

  • A morte anunciada da ETA

    Mundo

    A organização separatista basca ETA vai anunciar a sua dissolução em 05 de maio, durante uma cerimónia marcada para Bayona, no País Basco francês, disseram à agência Efe fontes conhecedoras do processo.