sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 10 mortos em queda de depósito de resíduos no Brasil

Pelo menos 10 pessoas morreram e outras 45 podem estar desaparecidas depois da queda de uma barreira de um depósito gigante de resíduos de um complexo mineiro no estado brasileiro de Minas Gerais, noticiou a imprensa local.

(Reuters / Arquivo)

(Reuters / Arquivo)

© Nacho Doce / Reuters

O acidente, que ocorreu no distrito Bento Rodrigues, no município de Mariana, provocou pelo menos 10 mortos, segundo o portal de notícia G1, da rede Globo, que citou fontes dos bombeiros da cidade de Ouro Preto, que foram os primeiros a chegar ao local.

O Corpo de Bombeiros do estado de Minas Gerais avançou que foram destacadas várias equipas para o local e que, segundo residentes na zona, há várias pessoas soterradas, mas evitaram confirmar o número de vítimas e possíveis feridos e desaparecidos.

O autarca de Mariana informou que o distrito está a ser evacuado devido ao perigo de novos deslizamentos de terra.

Segundo o Sindicato de Trabalhadores da Indústria de Extração de Ferro e Metais Básicos de Mariana, entre 15 e 16 pessoas morreram e 45 estão desaparecidas.

O secretário da Defesa Social de Mariana, Brás Azevedo, qualificou a situação de "extremamente grave".

O depósito de resíduos do complexo industrial, misturado com água, é conhecido como Barragem do Fundão, pertence à empresa Samarco e está localizado a 25 quilómetros da zona urbana de Mariana, uma das cidades históricas de Minas Gerais.

Lusa

  • Obras no Miradouro de São de Pedro de Alcântara não foram a concurso
    2:50

    País

    As obras no Miradouro de São Pedro de Alcântara, em Lisboa, arrancaram esta segunda-feira. A intervenção foi adjudicada à construtora Teixeira Duarte sem concurso público. A autarquia justifica esta decisão com o caráter urgente da obra, argumento que não consta do relatório do Laboratório Nacional de Engenheria Civil, a que a SIC teve acesso.

  • Rajadas de vento em Moscovo atingem os 110 km/hora
    0:57

    Mundo

    A passagem de uma tempestade por Moscovo fez pelo menos 11 mortos e mais de 50 feridos. Os ventos fortes, que chegaram aos 110 km/hora, destruíram carros e telhados e provocaram atrasos nos transportes. Na região de Stavropol, mais de 60 mil pessoas foram retiradas de casa por perigo de cheias.