sicnot

Perfil

Mundo

Confrontos no Iémen fazem mais de 50 mortos em dois dias

Mais de 50 pessoas morreram nos últimos dois dias no Iémen.


Continuam os confrontos entre a coligação liderada pela Arábia Saudita e os combatentes leais ao ex-presidente do país.
Hoje, um bombardeamento em Taiz, a terceira maior cidade do Iémen, atingiu uma família que seguia dentro de um carro.
O pai e os dois filhos tiveram morte imediata, a mãe está internada em estado crítico.
Em sete meses de conflitos no Iémen morreram pelo menos 5600 pessoas.
O trabalho das organizações humanitárias no terreno tem sido cada vez mais difícil.
Os confrontos dos últimos dias bloquearam o fornecimento de alimentos a milhares de pessoas.

  • Família perde tudo na aldeia de Queirã
    2:32
  • Temperaturas sobem no fim de semana, risco de incêndio aumenta
    1:08

    País

    A chuva que caiu nos últimos dias não deverá ter impactos relevantes na dominuição da seca e, por isso, o risco de incêndios vai voltar a aumentar com nova subida das temperaturas. Os termómetros podem chegar aos 30 graus entre domingo e quarta-feira.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão