sicnot

Perfil

Mundo

Camionistas brasileiros em greve contra preço do combustível

Camionistas brasileiros iniciaram hoje uma greve e um bloqueio de estradas em vários estados do Brasil para exigir a diminuição dos preços do combustível e a demissão da Presidente do país, Dilma Rousseff.

(Arquivo)

(Arquivo)

© STRINGER Brazil / Reuters

A greve foi convocada pelo Comando Nacional dos Transportes, um grupo independente que pediu aos camionistas para protestarem contra um Governo, que considerou não ter "mais legitimidade" e de estar a "arruinar o Brasil".

"Dilma tem de sair. Queremos que seja acusada. Vamos estar aqui até que se demita", disse o camionista André Vilar Gonçalves, de 33 anos, num bloqueio onde participavam 300 camionistas no sudeste do estado de Minas Gerais.

Dilma Rousseff, que iniciou um novo mandato de quatro anos em janeiro, tem visto o seu índice de popularidade em queda, com a economia brasileira, sétima maior do mundo, em recessão.

Os problemas de Dilma Rousseff aumentaram depois de terem sido reveladas irregularidades e um esquema de corrupção de vários mil milhões de dólares na petrolífera estatal Petrobas.

Os camionistas decidiram fazer a greve depois de três aumentos consecutivos do preço do combustível.

Os dois maiores sindicatos do setor demarcaram-se da greve e o porta-voz da Presidência brasileira considerou que tem apenas como objetivo "prejudicar o Governo".

A polícia informou que os camionistas encerraram estradas em dez estados do país e que está já a afetar os principais centros económicos, incluindo São Paulo, Santa Catarina e Minas Gerais.

Lusa

  • Passos explica porque se sentiu irritado com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o Presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas de que foi alvo.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.