sicnot

Perfil

Mundo

Descobertas "anomalias térmicas" nas Pirâmides do Egito

Uma equipa internacional de arquitetos e cientistas detetou "anomalias térmicas" nas Pirâmides do Egito. As causas, dizem, podem ser áreas ocas dentro das pirâmides, correntes de ar ou o uso de materiais de construção diferentes.

reuters

reuters

reuters

A equipa conjunta - Egito, Canadá, França e Japão - utilizou termografia com infravermelhos para analisar as pirâmides ao nascer e ao pôr do sol, quando as estruturas de pedra aquecem e arrefecem.

Em comunicado, o Governo do Egito informou que os investigadores "concluíram que há várias anomalias térmicas detetadas em todos os monumentos em fases de aquecimento e de arrefecimento".

Várias causas poderão explicar estas anomalias, acrescenta, tais como espaços internos vazios ou correntes de ar.

Uma das mais "impressionates" anomalias foi detetada na Grande Pirâmide, ou Pirâmide de Khufu. A estrutura vai ser objeto de uma maior investigação, que deverá durar até ao final de 2016.

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Segunda-feira no Jornal da Noite