sicnot

Perfil

Mundo

Indonésia quer crocodilos a guardar prisões

A ideia partiu do chefe da Agência Indonésia Antidroga. Construir uma prisão especial para condenados por tráfico de droga e usar crocodilos como "guardas".

Fernando Antonio

"Colocaremos tantos crocodilos quanto pudermos, Eu próprio irei procurar os mais ferozes". Quem fala assim é Budi Waseso, o chefe da Agência Antidroga da Indonésia.

"Os crocodilos não podem ser subornados e vocês não conseguem convencê-los a deixar fugir os presos".

O projeto não passou ainda para o papel. Está ainda a ser estudado e o local de construção ainda não foi decidido.

Não passa, para já, de uma ideia que poderá ter pernas para andar.

A Indonésia é dos países com leis mais duras no que ao tráfico de droga diz respeito. Em abril deste ano, oito pessoas, sete das quais estrangeiras, incluindo o brasileiro Rodrigo Gularte. Foram condenados à morte por crimes por crimes de tráfico de drogas.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Temperaturas negativas em várias zonas do país nos próximos dias
    1:57

    País

    O frio vai começar a fazer-se sentir nos próximos dias com as temperaturas a descerem para valores negativos em várias zonas do país. Em Lisboa, cinco estações de metro vão estar abertas durante a noite para albergar os sem-abrigo que também vão receber agasalhos e refeições quentes.

  • Medalha idêntica à de Anne Frank encontrada em campo nazi

    Mundo

    Um grupo de investigadores encontrou uma medalha praticamente igual à de Anne Frank, nas escavações ao campo nazi de extermínio Sobibor, na Polónia. Os especialistas do Memorial do Holocausto Yad Vashem em Israel acreditam que a medalha pertencia a Karoline Cohn, que pode ter conhecido Anne Frank.