sicnot

Perfil

Mundo

Indonésia quer crocodilos a guardar prisões

A ideia partiu do chefe da Agência Indonésia Antidroga. Construir uma prisão especial para condenados por tráfico de droga e usar crocodilos como "guardas".

Fernando Antonio

"Colocaremos tantos crocodilos quanto pudermos, Eu próprio irei procurar os mais ferozes". Quem fala assim é Budi Waseso, o chefe da Agência Antidroga da Indonésia.

"Os crocodilos não podem ser subornados e vocês não conseguem convencê-los a deixar fugir os presos".

O projeto não passou ainda para o papel. Está ainda a ser estudado e o local de construção ainda não foi decidido.

Não passa, para já, de uma ideia que poderá ter pernas para andar.

A Indonésia é dos países com leis mais duras no que ao tráfico de droga diz respeito. Em abril deste ano, oito pessoas, sete das quais estrangeiras, incluindo o brasileiro Rodrigo Gularte. Foram condenados à morte por crimes por crimes de tráfico de drogas.

  • Família perde tudo na aldeia de Queirã
    2:32
  • Temperaturas sobem no fim de semana, risco de incêndio aumenta
    1:08

    País

    A chuva que caiu nos últimos dias não deverá ter impactos relevantes na dominuição da seca e, por isso, o risco de incêndios vai voltar a aumentar com nova subida das temperaturas. Os termómetros podem chegar aos 30 graus entre domingo e quarta-feira.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão