sicnot

Perfil

Mundo

Indonésia quer crocodilos a guardar prisões

A ideia partiu do chefe da Agência Indonésia Antidroga. Construir uma prisão especial para condenados por tráfico de droga e usar crocodilos como "guardas".

Fernando Antonio

"Colocaremos tantos crocodilos quanto pudermos, Eu próprio irei procurar os mais ferozes". Quem fala assim é Budi Waseso, o chefe da Agência Antidroga da Indonésia.

"Os crocodilos não podem ser subornados e vocês não conseguem convencê-los a deixar fugir os presos".

O projeto não passou ainda para o papel. Está ainda a ser estudado e o local de construção ainda não foi decidido.

Não passa, para já, de uma ideia que poderá ter pernas para andar.

A Indonésia é dos países com leis mais duras no que ao tráfico de droga diz respeito. Em abril deste ano, oito pessoas, sete das quais estrangeiras, incluindo o brasileiro Rodrigo Gularte. Foram condenados à morte por crimes por crimes de tráfico de drogas.

  • Negócios do fogo
    22:00
  • "Não podemos gastar o dinheiro e depois os filhos e os netos é que pagam"
    2:05

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, o reembolso antecipado ao FMI. O comentador da SIC defendeu que seria mais vantajoso se Portugal reembolsasse mais depressa, antes da subida das taxas de juro. Miguel Sousa Tavares considerou ainda que o reembolso da dívida é uma boa notícia, pois seria "desleal" deixar a dívida para "os filhos e os netos" pagarem.

    Miguel Sousa Tavares

  • Os efeitos da tempestade Ana em Portugal
    1:43
  • Porque têm as tempestades nomes?
    0:49

    País

    As tempestades passaram a ter um nome, partilhado pelos serviços de meteorologia de Portugal, França e Espanha. Nuno Moreira, chefe de divisão de previsão meteorológica do IPMA, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias para explicar que este método é também uma forma de sinalizar a dimensão das tempestades.

  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59

    Mundo

    A tempestade Ana não causou apenas estragos em Portugal, mas também na Galiza, com a queda de árvores e cheias nas zonas ribeirinhas. No norte da Europa, as baixas temperaturas provocaram fortes nevões e paralisaram a Grã-Bretanha, com voos cancelados, escolas fechadas e estradas cortadas.

  • "De repente ele estava em cima de mim a beijar-me e a apalpar-me"
    2:43