sicnot

Perfil

Mundo

Palestinianos dizem ter identificado autor do "assassinato" de Yasser Arafat

A comissão de inquérito palestiniana à morte de Yasser Arafat identificou o autor do "assassinato" do antigo Presidente da Autoridade Palestiniana, disse hoje à AFP o seu chefe, Tawfiq Tirawi, responsabilizando mais uma vez Israel

© Reuters Photographer / Reuter

Esta declaração ocorre na véspera das comemorações do 11.º aniversário da morte do emblemático dirigente palestiniano.

"A comissão de inquérito conseguiu identificar o assassino do defunto Presidente Yasser Arafat", afirmou Tirawi, recusando-se a divulgar mais informações sobre o suspeito ou o desenvolvimento do inquérito.

"Vai ser preciso mais tempo para esclarecer as condições exatas do crime", acrescentou, assegurando, porém, que "Israel é responsável pelo assassinato", que os palestinianos investigam desde 2009.

A esposa de Arafat, Soha, apresentou queixa contra desconhecidos, depois da descoberta de polonium 210, uma substância radioativa muito tóxica, nos pertences pessoais do seu marido.

Em novembro de 2012, o túmulo do ex-chefe palestiniano tinha sido aberto e cerca de 60 amostras retiradas do seu cadáver e depois divididos para análise por três equipas de técnicos suíços, franceses e russos.

Os analistas mandatados pelos juízes franceses afastaram por duas vezes a tese do envenenamento. Os peritos russos concluíram por uma "morte natural". Mas, ao contrário, os suíços solicitados pela viúva consideraram, pela sua parte, que os resultados "apoiam razoavelmente a hipótese do envenenamento" com polonium.

Lusa

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.