sicnot

Perfil

Mundo

Promotoria vê negligência em rutura de barragem que fez pelo menos 4 mortos no Brasil

A Promotoria do Estado de Minas Gerais, no sudeste brasileiro, detetou indícios de negligência na rutura de duas barragens da mineradora Samarco na cidade de Mariana, que deixou pelo menos quatro mortos e 22 desaparecidos.

Felipe Dana

"Não foi acidente. Não foi fatalidade. O que houve foi um erro na operação e negligência no monitoramento", afirmou o promotor de Justiça do Meio Ambiente em entrevista ao "Jornal da Globo".

O telejornal mostrou um documento da Promotoria que afirma que o contato entre a pilha de desperdícios de minério e a barragem "não é recomendado por causa do risco de desestabilização". A informação foi reproduzida hoje pela imprensa brasileira.

Entre a terça-feira e hoje, mais duas vítimas fatais foram identificadas, elevando o número de mortos para quatro, entre eles uma criança de cinco anos. Ao todo, 22 pessoas continuam desaparecidas.

Segundo o portal de notícias G1, foram encontrados com vida três moradores da localidade de Bento Rodrigues, perto de Mariana, que estavam desaparecidos.

A rutura de duas barragens da empresa Samarco, na qual a mineradora Vale tem participação, ocorrei na última quinta-feira, e a lama com rejeitos de minérios invadiu as casas da vila de Bento Rodrigues.

A Samarco não se manifestou hoje, mas após a rutura das barragens, afirmou que houve abalos sísmicos na região e lamentou a tragédia.

Lusa

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • Sociedade de Pneumologia recomenda cuidados com calor e incêndios

    País

    A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) alertou esta quarta-feira para os riscos respiratórios decorrentes dos incêndios e temperaturas elevadas, sobretudo para quem sofre de doenças crónicas, propondo medidas preventivas e recordando o aumento de mortalidade associado ao calor.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14
  • Mulher vive sozinha numa ilha há 40 anos

    Mundo

    Zoe Lucas é a única pessoa a viver numa ilha canadiana, no norte do Atlântico. Nas últimas quatro décadas, a mulher de 67 tem partilhado a ilha Sable com cerca de 400 cavalos selvagens e 350 espécies de pássaros.