sicnot

Perfil

Mundo

Google Maps já não precisa de internet para funcionar

Os mapas da Google já funcionam sem ligação à internet. O anúncio foi feito pela empresa.

Com esta nova atualização, disponível ainda só para o sistema operativo androide, os utilizadores podem descarregar os mapas e consultá-los onde e quando quiserem.

"A partir de agora podes descarregar uma zona do mundo no teu telefone e na próxima vez que descubras não ter conetividade, seja já numa estrada rural ou num parque de estacionamento subterrâneo, a Google Maps vai continuar a funcionar sem problema", afirmou a empresa no seu blogue oficial.

A Google sublinhou que a mais recente atualização da aplicação -- de momento apenas disponível no sistema operativo Android -- vai permitir aos utilizadores obterem direções passo a passo, procurar destinos específicos e encontrar informação útil, como o horário de um determinado estabelecimento, mesmo estando 'offline'.

Até agora podia-se fazer o 'download' dos mapas mas não obter indicações ou realizar buscas.

A empresa recordou que cerca de 60% da população mundial não dispõe de ligação à Internet ou a que tem é de má qualidade, o que implica que o acesso rápido à informação ainda não é possível para a maioria dos habitantes do planeta.

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Football Leaks

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Football Leaks

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.