sicnot

Perfil

Mundo

Histórias fictícias no Facebook que se tornam virais

​Jennifer Aniston postou no Facebook, recentemente, uma história que apelava ao coração de quem a lia: pedia ajuda para uma mãe sem-abrigo. Acabou por ter mais de 450 mil " likes". Tinha apenas um problema: não foi escrita pela atriz.

© Mario Anzuoni / Reuters

Na terça-feira, Jennifer Aniston fez um post comovente sobre uma jovem mãe sem-abrigo que ajudou a sair das ruas. A partilha estava acompanhada de uma fotografia da atriz com a mulher em questão. Tornou-se viral quase imediatamente, e teve milhares de comentários e mais de 450 mil "gostos", segundo o The Guardian.

Poucas horas depois do post ter sido escrito, a atriz negava a sua veracidade: "a história na página de fãs não tem nada a ver com a Jennifer, e não sabemos qual é a sua origem", lia-se numa declaração. Mais tarde, foi revelado que tudo começou no Reddit (um site de publicações sociais, onde os utilizadores podem divulgar ligações para conteúdos na Internet) e, depois, foi acresentada uma fotografia que não estava relacionada com o assunto. Foi tudo publicado numa página de fãs de Jennifer Aniston, não tendo qualquer ligação à atriz.

Enquanto que a maior parte das páginas de fãs - que o Facebook define como "página sobre uma organização, celebridade ou tópico que não são oficiais" - são meras agregações de tudo o que a celebridade publica ou faz, não sendo oficial, algumas parecem ter o apoio genuíno das estrelas na rede social. A página de Aniston tem mais de 547 mil "likes", sobretudo de muitos fãs que desconhecem o que está em letras pequenas e se comportam como se tudo fosse gerido pela própria atriz.

Do mesmo modo, a página de fãs de Meryl L. Streep tem mais de 1,9 milhões de "likes" de fãs que, igualmente, desconhecem que a atriz não tem nada a ver com ela e fazem comentários como se fosse algo oficial: "admiro o seu estilo sem igual e mente talentosa em todos os papéis que desempenha na vida".

Os 14 milhões de seguidores da página de Facebook de Jennifer Lawrence também estão longe de saber a sua autenticidade (mesmo se o ator raramente publicar alguma coisa).

Voltando a Jennifer Aniston, a história da sem-abrigo foi atualizada com uma nota que dizia "esta história não está relacionada com nenhuma celebridade e a pessoa que está na imagem é uma fã maravilhosa. Este post não tem nada a ver com ela, mas com uma história que vale a pena partilhar" #SpreadPositivityInTheWorld ("#EspalharPositividadeNoMundo"). No entanto, as letras pequenas foram, novamente, ignoradas.

  • Dia de homenagens e muito futebol para Marcelo em São Tomé
    3:01

    País

    No segundo dia da visita de Estado a São Tomé e Príncipe, o Presidente da República prestou homenagem às vítimas do massacre de Batepá, em 1953. Marcelo Rebelo de Sousa não pediu desculpa pela história, mas lembrou que é preciso assumir as coisas menos boas do passado. O dia terminou com o Presidente a mostrar que ainda está em forma.

    Enviados SIC

  • Hospital abandonado com equipamentos dentro em Vila Franca de Xira 
    4:41

    País

    O antigo Hospital de Vila Franca de Xira, encerrado há quase cinco anos, está ao abandono ainda com parte do material de saúde, como máquinas, camas, cadeiras ou macas. A SIC teve acesso a várias imagens que mostram o estado em que os equipamentos se encontram, bem como sinais de vandalismo e de assaltos.

  • Patinadora enfrenta "pesadelo" nos Olímpicos

    Desporto

    A patinadora Gabriella Papadakis enfrentou na segunda-feira um dos "piores pesadelos" da sua vida, durante a estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Durante a apresentação, a parte de cima do vestido da francesa saiu do lugar e revelou parte do seu seio. Mas este não foi o único caso de incidentes com figurinos. Também a sul-coreana Yura Min quase ficou despida durante a sua apresentação.

    SIC

  • Casal mantinha filhos trancados sem comida

    Mundo

    Se pensava que só existia uma casa dos horrores, a da família Turpin, desengane-se. A polícia de Tucson, no estado norte-americano do Arizona, deteve na terça-feira um casal que mantinha os quatro filhos adotivos trancados em quartos separados.

    SIC