sicnot

Perfil

Mundo

Kremlin admite que documento secreto sobre torpedo nuclear foi exibido na TV

O Kremlin admitiu hoje que a televisão russa exibiu acidentalmente planos secretos sobre o torpedo nuclear que está a ser desenvolvido pela Rússia, noticiou a agência France Presse.

Bandeira Presidencial russa a meio do mastro no telhado do Kremlin, em Moscovo, Rússia.

Bandeira Presidencial russa a meio do mastro no telhado do Kremlin, em Moscovo, Rússia.

© Maxim Shemetov / Reuters

Dois canais televisivos pró-governamentais, a NTV e o Canal 1, mostraram um oficial a olhar para um documento confidencial contendo o desenho e os detalhes da arma nuclear, designada por Status-6, concebida pela Rubin, construtora de submarinos sediada em São Petersburgo.

Os torpedos nucleares, uma vez disparados, criam "extensas zonas de contaminação radioativa que tornam insustentável qualquer atividade militar ou económica durante um longo período de tempo", diz o documento exibido, durante alguns segundos, na televisão.

As imagens foram obtidas durante a visita do Presidente russo, Vladimir Putin, acompanhado por altas patentes militares, à cidade de Sochi, junto ao Mar Negro.

As imagens foram para o ar na terça-feira e mais tarde apagadas pelos canais de televisão, mas vários 'websites' continuam a reproduzir a reportagem.

Dmitry Peskov, porta-voz de Putin, declarou aos jornalistas que "no futuro serão adotadas medidas preventivas para evitar que se repita o sucedido".

O documento secreto foi exibido durante um encontro em que Putin falou sobre a prontidão das forças estratégicas nucleares russas para responderem a eventuais ameaças à segurança do país.

Lusa

  • Dono de submarino é o único suspeito da morte de jornalista sueca
    1:51

    Mundo

    A polícia dinamarquesa confirmou que o corpo decapitado encontrado junto ao mar, perto de Copenhaga, é o da jornalista sueca desaparecida há mais de 10 dias. Kim Wall estava a fazer uma reportagem sobre um submarino artesanal com o criador, que é agora o principal suspeito do crime. Parte do corpo foi encontrada na segunda-feira e identificada através de exames de ADN.