sicnot

Perfil

Mundo

Kremlin admite que documento secreto sobre torpedo nuclear foi exibido na TV

O Kremlin admitiu hoje que a televisão russa exibiu acidentalmente planos secretos sobre o torpedo nuclear que está a ser desenvolvido pela Rússia, noticiou a agência France Presse.

Bandeira Presidencial russa a meio do mastro no telhado do Kremlin, em Moscovo, Rússia.

Bandeira Presidencial russa a meio do mastro no telhado do Kremlin, em Moscovo, Rússia.

© Maxim Shemetov / Reuters

Dois canais televisivos pró-governamentais, a NTV e o Canal 1, mostraram um oficial a olhar para um documento confidencial contendo o desenho e os detalhes da arma nuclear, designada por Status-6, concebida pela Rubin, construtora de submarinos sediada em São Petersburgo.

Os torpedos nucleares, uma vez disparados, criam "extensas zonas de contaminação radioativa que tornam insustentável qualquer atividade militar ou económica durante um longo período de tempo", diz o documento exibido, durante alguns segundos, na televisão.

As imagens foram obtidas durante a visita do Presidente russo, Vladimir Putin, acompanhado por altas patentes militares, à cidade de Sochi, junto ao Mar Negro.

As imagens foram para o ar na terça-feira e mais tarde apagadas pelos canais de televisão, mas vários 'websites' continuam a reproduzir a reportagem.

Dmitry Peskov, porta-voz de Putin, declarou aos jornalistas que "no futuro serão adotadas medidas preventivas para evitar que se repita o sucedido".

O documento secreto foi exibido durante um encontro em que Putin falou sobre a prontidão das forças estratégicas nucleares russas para responderem a eventuais ameaças à segurança do país.

Lusa

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.