sicnot

Perfil

Mundo

Subida eventual da taxa de juro da Fed sem impacto na Europa

O vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE) Vitor Constâncio previu hoje que uma eventual subida da taxa de juro por parte da Reserva Federal (Fed) dos EUA em dezembro não terá qualquer significativo impacto direto na Europa.

(Reuters/Arquivo)

(Reuters/Arquivo)

Reuters

"Pensamos que não vai haver qualquer impacto direto significativo. A Europa vai ser afetada, com certeza, em termos económicos, em termos comerciais, pelos possíveis efeitos (da subida da taxa de juro) nos mercados emergentes", disse Constâncio, em Madrid, onde participou numa reunião de banqueiros centrais da Zona Euro e da América Latina.

A Fed tem dado a entender que pode subir a taxa de juro em dezembro, naquela que será a primeira vez em nove anos, uma decisão que tem adiado perante uma economia tépida dos EUA e internacional, mas que agora é esperada generalizadamente.

A perspetiva da subida da taxa de juro dos fundos federais, a partir do nível próximo de zero em que se encontra desde o final de 2008, tem perturbado os investidores, uma vez que significa o aumento dos custos do crédito para muitos governos e empresas em todo o mundo.

Lusa

  • Bruno de Carvalho garante empenho do Sporting
    0:52

    Desporto

    Bruno de Carvalho diz que o Sporting continua empenhado apesar do momento que o clube atravessa. O presidente leonino discursou ao início da tarde no núcleo Leões da Madeira, no Funchal, onde o Sporting joga hoje com o Marítimo.

  • Cágado tratado com implante impresso em 3D
    2:26
  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.