sicnot

Perfil

Mundo

Subida eventual da taxa de juro da Fed sem impacto na Europa

O vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE) Vitor Constâncio previu hoje que uma eventual subida da taxa de juro por parte da Reserva Federal (Fed) dos EUA em dezembro não terá qualquer significativo impacto direto na Europa.

(Reuters/Arquivo)

(Reuters/Arquivo)

Reuters

"Pensamos que não vai haver qualquer impacto direto significativo. A Europa vai ser afetada, com certeza, em termos económicos, em termos comerciais, pelos possíveis efeitos (da subida da taxa de juro) nos mercados emergentes", disse Constâncio, em Madrid, onde participou numa reunião de banqueiros centrais da Zona Euro e da América Latina.

A Fed tem dado a entender que pode subir a taxa de juro em dezembro, naquela que será a primeira vez em nove anos, uma decisão que tem adiado perante uma economia tépida dos EUA e internacional, mas que agora é esperada generalizadamente.

A perspetiva da subida da taxa de juro dos fundos federais, a partir do nível próximo de zero em que se encontra desde o final de 2008, tem perturbado os investidores, uma vez que significa o aumento dos custos do crédito para muitos governos e empresas em todo o mundo.

Lusa

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.