sicnot

Perfil

Mundo

Bebé do sexo feminino nasce no Bangladesh com duas cabeças

Uma criança do sexo feminino nasceu na quarta-feira à noite com duas cabeças num hospital do Bangladesh, encontrando-se na unidade de cuidados intensivos com dificuldades respiratórias, disseram esta quinta-feira fontes médicas locais.

A criança nasceu num hospital de Brahmanbaria, 120 quilómetros a leste de Daca, tendo sido transferida, de imediato, para o maior hospital da capital do Bangladesh. (Arquivo)

A criança nasceu num hospital de Brahmanbaria, 120 quilómetros a leste de Daca, tendo sido transferida, de imediato, para o maior hospital da capital do Bangladesh. (Arquivo)

© Ronen Zvulun / Reuters

A criança nasceu num hospital de Brahmanbaria, 120 quilómetros a leste de Daca, tendo sido transferida, de imediato, para o maior hospital da capital do Bangladesh.

"Quando vi a minha bebé fiquei sem saber o que pensar. Ela nasceu com duas cabeças perfeitamente desenvolvidas. Está a comer pelas duas bocas e a respirar pelos dois narizes", disse à France Presse o pai, Jamal Mia, dando "graças a Alá" por tanto a mãe como a filha estarem vivas.

Abu Kawsar, diretor do Standard Hospital of Total Care, em Daca, para onde a criança foi transferida, indicou que os testes iniciais dão conta de que a bebé tem apenas um conjunto de órgãos vitais.

"À exceção de duas cabeças, o bebé tem tudo o resto normal", sublinhou, nada adiantando sobre o que a medicina poderá fazer nestas circunstâncias ou sobre se a criança corre risco de vida iminente.

Entretanto, milhares de pessoas estão a acorrer ao Hospital de Brahmanbaria desde o anúncio do nascimento de um "bebé milagroso".

"A cidade inteira está a deslocar-se ao hospital e até há pessoas que vêm de outras localidades nos arredores", acrescentou Abu Kawsar, salientando que foi "importante" a bebé ter sido transferida para Daca, pois "seria certamente difícil controlar" a multidão.

Jamal Mia, um modesto agricultor de Brahmanbaria, disse estar "preocupado" sobre como irá tratar da filha se forem necessárias despesas adicionais.

"Tenho pena dela. Nasceu filha de um homem pobre. Não tenho dinheiro para tratar decentemente a própria mãe", lamentou-se.

A última vez que o Bangladesh assistiu ao nascimento de uma criança com duas cabeças foi em 2008. Poucos dias após o nascimento, a criança viria, porém, a morrer.

Lusa

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.