sicnot

Perfil

Mundo

Bebé do sexo feminino nasce no Bangladesh com duas cabeças

Uma criança do sexo feminino nasceu na quarta-feira à noite com duas cabeças num hospital do Bangladesh, encontrando-se na unidade de cuidados intensivos com dificuldades respiratórias, disseram esta quinta-feira fontes médicas locais.

A criança nasceu num hospital de Brahmanbaria, 120 quilómetros a leste de Daca, tendo sido transferida, de imediato, para o maior hospital da capital do Bangladesh. (Arquivo)

A criança nasceu num hospital de Brahmanbaria, 120 quilómetros a leste de Daca, tendo sido transferida, de imediato, para o maior hospital da capital do Bangladesh. (Arquivo)

© Ronen Zvulun / Reuters

A criança nasceu num hospital de Brahmanbaria, 120 quilómetros a leste de Daca, tendo sido transferida, de imediato, para o maior hospital da capital do Bangladesh.

"Quando vi a minha bebé fiquei sem saber o que pensar. Ela nasceu com duas cabeças perfeitamente desenvolvidas. Está a comer pelas duas bocas e a respirar pelos dois narizes", disse à France Presse o pai, Jamal Mia, dando "graças a Alá" por tanto a mãe como a filha estarem vivas.

Abu Kawsar, diretor do Standard Hospital of Total Care, em Daca, para onde a criança foi transferida, indicou que os testes iniciais dão conta de que a bebé tem apenas um conjunto de órgãos vitais.

"À exceção de duas cabeças, o bebé tem tudo o resto normal", sublinhou, nada adiantando sobre o que a medicina poderá fazer nestas circunstâncias ou sobre se a criança corre risco de vida iminente.

Entretanto, milhares de pessoas estão a acorrer ao Hospital de Brahmanbaria desde o anúncio do nascimento de um "bebé milagroso".

"A cidade inteira está a deslocar-se ao hospital e até há pessoas que vêm de outras localidades nos arredores", acrescentou Abu Kawsar, salientando que foi "importante" a bebé ter sido transferida para Daca, pois "seria certamente difícil controlar" a multidão.

Jamal Mia, um modesto agricultor de Brahmanbaria, disse estar "preocupado" sobre como irá tratar da filha se forem necessárias despesas adicionais.

"Tenho pena dela. Nasceu filha de um homem pobre. Não tenho dinheiro para tratar decentemente a própria mãe", lamentou-se.

A última vez que o Bangladesh assistiu ao nascimento de uma criança com duas cabeças foi em 2008. Poucos dias após o nascimento, a criança viria, porém, a morrer.

Lusa

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.