sicnot

Perfil

Mundo

Efeito do aquecimento em glaciar da Gronelândia preocupa cientistas

A forma e o deslocamento do Zachariae Isstrom, um enorme glaciar da Gronelândia, mudou dramaticamente nos últimos anos, alertou esta quinta-feira Jeremie Mouginot, investigador do departamento científico da Universidade Californiana de Irvine (UCI).

(Arquivo)

(Arquivo)

© NASA NASA / Reuters

O glaciar está a despejar "grandes icebergues no oceano, no que resultará na subida do nível do mar nas próximas décadas", referiu o investigador.

As descobertas baseiam-se em imagens de satélite recolhidas ao longo dos anos pelas agências espaciais e pela monitorização da forma, tamanho e posição do glaciar durante um largo período de tempo.

O aquecimento das águas dos oceanos estão a corroer os glaciares por baixo e o aumento das temperaturas do ar a derretê-los à superfície.

"Zachariae Isstrom está a ser comido por cima e por baixo", declarou, por seu turno, Eric Rignot, professor de ciências do sistema terrestre da UCI.

O topo do glaciar está a derreter em resultado de décadas em que se registou um aumento das temperaturas do ar, enquanto a parte submersa está comprometida pelas correntes de água quentes. Isto provoca a quebra do glaciar em pedaços, fazendo-o recuar", relatou o especialista.

Outro grande glaciar junto do Zachariae Isstrom - conhecido por Nioghalvfjerdsfjorden - também está a derreter, mas não de forma tão rápida porque está protegido pelo relevo.

Estudos indicam que estes dois glaciares possuem cerca de 12 por cento do gelo da Gronelândia e que o seu colapso total causaria uma subida global dos oceanos em 99,06 centímetros.

O glaciar Zachariae Isstrom estende-se por uma área de 91,780 km2.

Lusa

  • Turistas chegam a esperar 2 horas no controlo de passaporte do Aeroporto de Lisboa
    2:35

    País

    Chegar ao Aeroporto de Lisboa pode ser uma dor de cabeça para centenas de passageiros. A espera para o controlo de passaporte chegou a ultrapassar as duas horas nos meses de fevereiro e março. Manuela Niza, do Sindicato dos Funcionários do Serviços de Estrangeiros e Fronteiras, diz que têm sido contratados inspetores que depois são desviados para outros serviços.

  • Hasta pública de madeira ardida rendeu 2,85 milhões de euros

    País

    Mais de meia centena de lotes de madeira ardida proveniente de matas nacionais e perímetros florestais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foram esta quinta-feira vendidos por 2,85 milhões de euros, numa hasta pública em Viseu.

  • "Dinheiro gasto em contentores dava para construir outro hospital" no Porto
    1:40

    País

    A bastonária dos Enfermeiros pede uma investigação aos contratos de contentores no Hospital de São João, no Porto. Ana Rita Cavaco diz que os "milhares de euros" já gastos na contratação e manutenção dos contentores da Pediatria e outros serviços do centro Hospitalar de São João davam para construir um novo hospital. E levanta ainda a suspeita sobre a empresa contratada.